21.04.2017 / Cultura / por

MIS comemora Record Store Day com super feira de discos, shows e oficina de DJ neste sábado

©Leticia Godoy/Cortesia MIS
©Leticia Godoy/Cortesia MIS

Apesar da facilidade de consumir música online, há algo de reconfortante em comprar discos numa verdadeira loja de discos. Existe todo um garimpo para encontrar aquilo que você procura e aquele aspecto surpreendente de acabar saindo da loja com um compacto de 3,99 do Brian Eno que você nunca tinha visto antes ou com um disco ótimo de uma banda desconhecida simplesmente porque era uma barganha ou porque tinha uma capa interessante ou porque era o que estava tocando no som da loja. E, claro, há a experiência de estar num lugar real, com pessoas reais que, silenciosamente (ou não), dividem com você os mesmos interesses.

O Record Store Day surgiu, em 2007, na tentativa de resgatar isso tudo, como um dia criado para celebrar a cultura e o papel fundamental que essas lojas têm nas comunidades em que estão inseridas – e, romantismo à parte, para aumentar as vendas e frequência de público em lojas de discos independentes, óbvio. Desde então, todo ano em um sábado do mês de abril, lojas em todos os continentes do mundo (exceto Antártida) participam de eventos especiais e recebem produtos promocionais, meet & greet com artistas, e principalmente, lançamentos e reedições de discos para venda exclusiva nesses pontos. A edição de aniversário de 10 anos do RSD, que acontece neste sábado, 22.04, tem St. Vincent como embaixadora e traz reedições de álbuns do Air, Iggy Pop, The Beatles, Fleetwood Mac, um vinil inédito de um show do David Bowie em 1974 e o lançamento em primeira-mão do novo single da banda The War On Drugs e de um EP inédito do Grouplove, entre tantos outros (a lista de é enorme, veja), além de um sorteio de uma guitarra Fender em edição limitada estampada com a capa do novo disco do Ryan Adams, Prisoner – uma pintura feita pelo próprio músico.

O Brasil não fica de fora das festividades, com 10 lojas participando da iniciativa e ainda um grande evento na capital paulista. No Record Store Day, o MIS – Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, recebe em parceria com a Locomotiva Discos uma programação especial que conta com uma grande feira de discos, venda de vitrolas e toca-discos pela loja Passarela do Som, palestras com personagens do mercado fonográfico – com temas que vão desde colecionismo de discos a como manter selos e gravadoras independentes no Brasil -, oficina de DJ, shows das bandas Autoramas e Mundo Alto e um espaço onde os visitantes podem acompanhar a gravação ao vivo ou ainda gravar sua própria música num vinil Lo-Fi com o estúdio Vinyl Lab. Isso tudo com discotecagem em vinil rolando o dia todo e food trucks na área externa do museu.

A feira de discos, carro-chefe da programação, conta com cerca de 80 expositores entre lojas, sebos, colecionadores e vendedores especializados. LPs importados, nacionais, novos, usados, compactos, raridades, edições de luxo, box sets, singles… tem de tudo. O público também pode fazer as vezes de trader e levar até 50 LPs usados para venda ou troca (somente com os expositores, claro). Embora seja a terceira edição do Record Store Day no MIS, o Casarão do Vinil, um dos maiores acervos de discos de São Paulo com mais de 700 mil itens, participa da feira pela primeira vez e ainda leva uma banca com vinis de R$1,99.

Vale o garimpo. Por mais que a gente tenha acesso a uma biblioteca de música gigantesca num só clique e que o seu celular te avise quando chega o disco novo de uma banda que você gosta no serviço de streaming (o que, sim, é mesmo maravilhoso), é bom ser surpreendido por algo que você nunca tinha escutado antes – em vinil.

St. Vincent Becomes Ambassador To Recorstorda from Funny Or Die

RECORD STORE DAY NO MIS
22.04.2017 (sábado), das 12h às 20h
Avenida Europa, 158, Jardim Europa – São Paulo (área externa, estacionamento, Auditório MIS e Sala de interfaces)

A maioria dos expositores aceita cartão, mas alguns não aceitam, portanto, é recomendado levar dinheiro. A entrada no evento é gratuita e a classificação livre.

Veja a programação completa aqui.


Relacionados


Veja Também