20.05.2016 / Cultura / por

Pablo Picasso ganha grande exposição no Instituto Tomie Ohtake

A peça "Joueurs de ballon sur la plage", de 1928 ©Divulgação
A peça "Joueurs de ballon sur la plage", de 1928 ©Divulgação

Pablo Picasso ganha vasta exposição que visita sua vida e obra no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. Com obras vindas do “Museé National Picasso”, de Paris, e que fizeram parte da coleção pessoal do artista, a mostra convida a um passeio cronológico e temático ao redor das diversas fases de Picasso, abordando temas que o tornaram um dos sobrenomes mais conhecidos do mundo das artes.

“Picasso: Mão Erudita, Olho Selvagem” traz 116 peças de autoria do artista — 34 pinturas, 42 desenhos, 20 esculturas e 20 gravuras —, além de uma série fotográfica feita numa parceria do fotógrafo francês André Villers. Quarta de suas sete mulheres, Dora Maar também ganha espaço na mostra, com 12 fotografias que cercam os trabalhos e processos de criação do espanhol.

Curadora da exposição, Emilia Philippot, que também é curadora do museu francês detentor das peças, explica a ligação íntima que a nova exibição traça entre a família, vida e momentos do artista: “Esta ligação íntima e pessoal, que irriga toda a produção de Picasso, transparece de forma diferente de acordo com os vários períodos: retratos íntimos da mãe do artista ou de seu primeiro filho, Paul, celebração apaixonada da sensualidade feminina de Maria-Thèrèse Walter, denúncias dos males causados pelos conflitos da Guerra Civil Espanhola ou da Ocupação da França pelas tropas alemãs”, afirma.

A exibição é dividida em 10 seções — O primeiro Picasso – Formação e influências; Picasso exorcista – As senhoritas de Avignon; Picasso cubista – O violão; Picasso clássico – A máscara da antiguidade; Picasso surrealista – As banhistas; Picasso engajado – Guernica; Picasso na resistência – Interiores e vanitas; Picasso múltiplo – A alegria da experimentação; Picasso trabalhando – O Mistério Picasso; e O último Picasso – o triunfo do desejo.

No Brasil, Picasso só teve outra exposição em 2004, na OCA, quando foram apresentadas exposições coletivas. 90% das obras que desembarcam para a exposição deste ano nunca estiveram antes em terras brasileiras. Em vida, o artista já esteve em São Paulo em 1953 para uma apresentação na 2ª Bienal de São Paulo.

Confira na galeria um passeio pela exposição de Pablo Picasso.

Serviço

Exposição: Picasso: mão erudita, olho selvagem

Abertura para convidados (21.05) das 11h às 18h

Visitação: 22 de maio a 14 de agosto de 2016

De terça a domingo, das 11h às 20h

R$12,00 e R$6,00 (até 10 anos grátis)

Grátis às terças-feiras

Ingressos pelo site do instituto ou na bilheteria, de terça a domingo, das 10h às 19h.


Relacionados


Veja Também