14.11.2017 / Cultura pop / por

A conquista do Ocidente: pesquisa mostra que astro do K-pop G-Dragon é um dos mais influentes da moda

gdragon

Após a temporada internacional de Verão 18, a LaunchMetrics se debruçou sobre o analytics para entender quais marcas e pessoas tiveram o maior engajamento social naquele período. Entre os resultados, um deles se destacou. Em Paris, o segundo post mais popular durante a semana de moda (o primeiro foi de Gigi Hadid) foi o de Kwon Ji-yong aka G-Dragon, ícone do K-pop, que vem com cada vez mais força, aumentando sua influência no Ocidente. Em uma semana por onde circulam estilistas estrelas, celebridades como Rihanna, super modelos e influenciadores, é de chamar a atenção o fato de um astro da Coreia do Sul estar no topo do engajamento. Informação que vale ouro para as marcas ocidentais que dormiram e ainda não notaram sua força.

GD publicou uma série de fotos em um mesmo post no Instagram quando foi ao desfile da Chanel. 700 mil likes e mais de seis mil comentários. Imagina o tráfico que ele levou para a marca (hoje em dia, nem a Chanel pode ignorar uma “mãozinha” dessas).screen-shot-2017-11-14-at-10-08-37-am

Em Londres, outras estrelas do K-pop também se destacaram. Mino e Hoony entraram no top 10 das personalidades que mais engajaram geral na London Fashion Week (6º e 7º lugar respectivamente).

Caso você tenha perdido o meteoro G-Dragon, trata-se do símbolo do K-pop, cantor, produto, ícone de moda e estrela da banda coreana Big Bang, agora também em carreira solo com músicas produzidas por Duplo e com participação de Missy Elliot. Em uma matéria de 2014, nós já havíamos mostramos sua conexão com a moda – e da moda com ele. Fato é que sua influência só faz crescer. Seus 15 milhões de seguidores – ou seriam devotos? – no Instagram se engajam com as marcas que ele veste, compram as peças que ele vende e basicamente enlouquecem com qualquer coisa que ele posta ou diz. Com esse poder, naturalmente GD tem sua própria marca, a PeaceMinusOne, que abriu com seu stylist de longa data Gee Eun. Assim que a coleção foi lançada, esgotou em poucas horas estava online e na multimarcas Dover Street Market. Ele também colaborou com o designer de sapatos Giuseppe Zanotti e fez uma linha para a fast fashion sul-coreana 8 seconds, que tem a Samsung com principal investidora. A coleção, inspirada na estética de Raf Simons e Vetements, teve GD como co-criador e modelo da campanha. “Para acelerar o reconhecimento da marca na China e projetar nossa imagem fresca, pensamos que G-Dragon era a melhor pessoa para nos representar”, disse o CEO Jeong Chang-geun em 2016, época do lançamento.

Com a camisa da Pyrex, primeira marca de Virgil Abloh / Reprodução
Com a camisa da Pyrex, primeira marca de Virgil Abloh / Reprodução

Outras marcas concordam plenamente. GD foi o rosto do Airbnb para o mercado asiático, é disputado para vestir marcas como Saint Laurent (apesar de que disse que perdeu o interesse na marca após a saída de Slimane) e Chanel e está na primeira fila de desfiles como Yohji Yamamoto, Louis Vuitton, Thom Browne e Comme des Garçons. “Provavelmente, quase todas as minhas fotos com terno são Thom Browne. Tenho um físico muito pequeno, então é um pouco difícil encontrar ternos que realmente me atendam bem. Felizmente, Thom Browne tem todos os tamanhos certos, suas medidas são curtas, é como uma criança com um terno. Pessoalmente acho que ele é um gênio”, diz em uma entrevista. Mas não são apenas as grandes grifes de luxo que se beneficiam de sua fama e influência entre os jovens. Ele também usa bastante as marcas de seus amigos, como o designer Juun.J (falamos dele aqui em 2015), a 99%IS, do estilista Bajowoo, e a Ambush Design, do casal Verbal e Yoon. Ambas viraram febre na Ásia e estão no radar de estilistas antenados, como Kim Jones. “Tentamos nos ajudar com colaborações e eu sempre aprendo muito com eles”, diz Dragon.

A principal fascinação da moda com GD é o seu figurino de palco, super fashion, gritante, glamouroso. Outra é o aspecto mutante de seu visual – muda a cor e o corte de cabelo constantemente – e o fato de que fica bem usando qualquer coisa, de um terno feminino de tweed da Chanel a um abrigo da Pyrex (óbvio, ele tem). Na Coreia do Sul, o boom recente de streetstyle é mérito dele, que sempre usou e divulgou Hood by Air, Rick Owens, KTZ e Off White. “Eu adoro usar roupas chamativas no palco, mas fora dele, normalmente visto camisetas vintage mais largas, jeans ou calças de moletom que tenho há anos. Eu apenas adiciono algum styling à essas peças”. G-Dragon ama moda e a moda ama ele de volta.


Relacionadas


Veja Também