12.06.2017 / Cultura pop / por

We Wear Culture: a incrível plataforma do Google sobre moda e cultura de todos os tempos

Imagem do projeto we Wear Culture, do Google
Imagem do projeto we Wear Culture, do Google

O Google lançou recentemente um projeto tão ambicioso quanto espetacular. O We Wear Culture, desenvolvido pelo Google Arts & Culture, é uma nova maneira de explorar moda, arte, comportamento e cultura, especificamente três mil anos de história através de filmes raros e milhares de imagens em altíssima resolução (gigapixel). E como se trata do Google, pode esperar pela maior exposição virtual que existe no mundo.

O projeto é fruto de colaboração com mais de 180 instituições culturais em 42 países. Met, Central Saint Martins, Royal College of Art, Fundação Cartier, instituições russas, africanas, escandinavas, todos espaços de primeiro time, compõem o quadro de parceiros. Daqui foi Brasil, participam o Museu da Moda Brasileira, o Museu da Pessoa, Museu Imperial, Museu Afro Brasil, Museu Carmen Miranda, Museu do Índio, Museu da Casa Brasileira, Instituto Moreira Salles, Conservação Rio+, Museu do Futebol e MASP.

Pode já reservar algumas horas para navegar nessa história sem fim. Na moda, vamos da corte de Versalhes às ruas de Tóquio, passando pelo punk inglês, com trechos de filmes raros e cults da época (veja um deles abaixo). Mas você também pode mergulhar no Made in Japan ou Made in Italy, no estilo de Frida Kahlo ou Schiaparelli, em ícones como Coco Chanel, Ferragamo e Balenciaga, conhecer as histórias por trás do que vestimos e a cultura de peças tradicionais, como o quimono ou o sári.

 

Há também muito material disponível sobre as mudanças sociais e comportamentais que marcaram a nossa sociedade, com destaque para a História e Cultura Negra, O Papel da Mulher na Cultura e a Democracia Americana.

Ícones, movimentos e bastidores. Arquitetura e moda de todos os tempos, um giro pelas favelas do Rio, as rotas de Cervantes, arte cubana, as maravilhas da Indonésia, artistas que vão de Rembrandt (1600) ao grafite, contemplando todos os movimentos artísticos. Eventos históricos desde a época vitoriana, figuras de Napoleão a Angela Merkel. Chega a ser aflitivo a quantidade de conteúdo na plataforma. Por isso, vale à pena fazer um login para poder salvar os seus favoritos e controlar o conteúdo que você já viu ou ainda quer ver.

Para não ficar total,mente perdido, você também pode optar por um dos “pentes finos” que o Google oferece, fazendo sua busca por materiais, artistas, movimentos de arte, figuras históricas e lugares. mas a gente sugere você começar pelo projeto principal, o We Wear Culture, o principal destaque para quem gosta de moda. Por lá, você vai da moda vitoriana aos figurinos das estrelas pop, de Carmem Miranda à Rihanna.

Tudo o que você sempre quis saber, o que você acha que sabe e o que você não sabe que existe, em uma gigante enciclopédia cultural e global. Comece a explorar aqui.

screen-shot-2017-06-12-at-9-12-35-am

Os números do We Wear Culture:

Mais de 180 das mais renomadas instituições em cultura e moda, de 42 países

Mais de 400 exposições e histórias on-line que compartilham um total de 30.000 fotos, vídeos e outros documentos

Quatro experiências de realidade virtual com peças icônicas da moda

Mais de 700 imagens de ultra-alta resolução, chamadas gigapixel

Mais de 40 locais com acesso aos bastidores no Google Street View

A plataforma Google Arts & Culture é gratuita e está disponível na web, e no aplicativo para iOS e Android.


Relacionadas


Veja Também