23.04.2018 / Moda / por

“Estamos vivendo uma realidade líquida”: Augusto Mariotti e estilistas comentam o momento de experimentação do SPFW N45

Desfile da Uma por Raquel Davidowicz no SPFW N44 / Agência Fotosite
Desfile da Uma por Raquel Davidowicz no SPFW N44 / Agência Fotosite

Por Jorge Grimberg

O mundo da moda é característico por refletir os movimentos de consumo da sociedade. Em uma semana de moda, espaço para novas propostas de vestir, esse papel de espelho deve evoluir conforme os hábitos da população onde está inserida.

Durante décadas, o caráter da temporada – termo que usamos para definir o momento de lançamento das coleções, seja primavera/verão ou outono/inverno – foi usado para
determinar o conteúdo que os estilistas exibiam na passarela e a temporalidade que as
coleções chegavam às lojas e aos consumidores. Por tradição vinda da Europa, as
coleções no Brasil sempre seguiram o padrão internacional do prêt-à porter, em que os
desfiles aconteciam meses antes das coleções chegarem às lojas.

Nos últimos anos, com o efeito do imediatismo e velocidade da Internet, o conceito de
“temporada” foi se diluindo, e cada estilista foi buscando a solução ideal para o seu negócio. “Estamos vivendo uma realidade líquida”, explicou Augusto Mariotti, diretor de conteúdo da Luminosidade. Com a disseminação em tempo real das coleções nas redes sociais e o crescente interesse do consumidor final por moda, a ideia de esperar um semestre para consumir o estilo das passarelas foi fortemente questionada pela indústria nos quatro cantos do planeta e novos modelos passaram a ser experimentados, visando renovar o papel da semana de moda no
cenário em constante transformação.

“Essa é uma temporada híbrida de coleções. Temos marcas apresentando coleções
alinhadas ao varejo e outras apresentando um preview de verão”, explicou Augusto.
Augusto é a pessoa que intermedia o relacionamento das marcas com o São Paulo Fashion Week durante todo o ano. “Nós demos para as marcas a liberdade de escolher que estação mostrar. O Brasil está voltando a crescer e é um momento de testar o que funciona melhor para cada uma delas”, explicou Mariotti.

Logo, o SPFW reflete o mundo da moda tal como como ele é hoje. “Temos grifes
apresentando coleções alinhadas com o varejo, como Osklen, UMA e PatBo, e,
simultanemante, marcas apresentando o preview do verão, como Salinas, Reinaldo
Lourenço e a estreante Modem”.

Para Roberto Davidowicz, fundador da UMA, o alinhamento do desfile com o varejo foi uma resposta da marca aos desejos do seu consumidor. “Um semana de moda é completamente impactada pelo público final. Ela deixou de ser – faz muito tempo – um evento fechado para imprensa ou compradores. A decisão de apresentar a coleção de inverno 2018 reforça a nova necessidade do calendário de desfiles mostrar o que está sendo comercializado e não necessariamente oferecer o desfile no minuto seguinte no varejo. É um pouco mais extenso que isso”, explicou Davidowicz.

Já para o veterano Reinaldo Lourenço, de volta ao calendário oficial, a tradição é o que
conta. “Vamos desfilar o verão porque seguimos com o nosso calendário de apresentações. Nosso inverno já foi desfilado em outubro do ano passado e a coleção já esta nas lojas desde janeiro. O verão que desfilaremos essa semana começa a chegar as lojas em Julho”,  explicou Reinaldo.

Será interessante acompanhar os desdobramentos desse movimento de liberdade na moda e a ressignificação da semana de moda. “Estamos vivendo uma realidade líquida e o mundo inteiro está questionando o formato das temporadas. Para quem vive de prêt-à- porter, é um momento de testar coisas e isso deve seguir por mais algumas temporadas, pois é difícil prever o futuro e cada vez as marcas vão apostar no que faz mais sentido para elas. Temos que estar prontos para mudar”, completou Augusto.

Entenda o que cada marca irá desfilar:

Água de Coco por Liana Thomaz – Inverno 2018
UMA Raquel Davidowicz – Inverno 2018
Osklen – Inverno 2018
Samuel Cirnansck – Inverno 2018
João Pimenta (masc) – Inverno 2018
Patbo – Inverno 2018
Lilly Sarti – Verão 2018/19
Reinaldo Lourenço – Verão 2018/19
Modem – Verão 2018/19
Fernanda Yamamoto – Inverno 2018
Fabiana Milazzo – Inverno 2018
Memo – Inverno 2018
Amir Slama – Verão 2018/19
A.Niemeyer – Inverno 2018
Lenny Niemeyer – Inverno 2018
Salinas – Verão 2018/19
Beira – Verão 2018/19
Cotton Project – Inverno 2018
Lino Villaventura – Inverno 2018
Apartamento 03 – Inverno 2018
Gloria Coelho – Verão 2018/19
Amapô – Verão 2018/19
Ratier – Inverno 2018
Ronaldo Fraga – Verão 2018/19
Handred – Verão 2018/19
Juliana Jabour – Inverno 2018
João Pimenta (fem) – Inv 2018


Relacionadas


Veja Também