14.02.2017 / Moda / por

Giovanni Bianco é nomeado diretor criativo da Vogue Itália

giovanni-bianco-entrevista-madonna-ffwmag-capa-1200x800

Desde 1994 dedicando sua visão à moda, Giovanni Bianco é agora apontado como o novo diretor criativo da Vogue Itália. Com um corpo de trabalho já impressionante, de clientela grifada que vai de Givenchy, Versace e DSquared2 à cantora Madonna, o brasileiro será responsável pela direção visual da revista supervisionando todos os editoriais de moda e também repaginando seu projeto gráfico, sob o comando do editor-chefe Emanuele Farneti (recém-nomeado para substituir Franca Sozzani).

“Estamos felizes de receber Giovanni no time da Vogue Itália. Seu talento e visão internacionalmente reconhecidos, baseados em sólidas raízes italianas, escreverão o novo capítulo da imagem da revista que fez história no mundo editorial internacional”, comenta Farneti, em release da Condé Nast International.

Não deixe de ler a entrevista exclusiva com Giovanni Bianco para a FFWMAG #39

Nascido em Santa Teresa, no Rio, filho de pais italianos, o diretor de arte tem uma longa história de amor com a moda (italiana). Mudou-se para Milão aos 23 anos, onde sem ambição teve seu primeiro encontro com a moda ao desenvolver a identidade visual da linha D&G, de Domenico Dolce e Steffano Gabbana, uma novidade na época. Não parou mais. Hoje, baseado em Nova York, criou o Studio GB65 em 2001 e cria as imagens de marcas como Marni, Salvatore Ferragamo, Missoni, Versace, Ermenegildo Zegna e Miu Miu, entre outras.

Marni Verão 17, foto de Barbara Probst ©Reprodução
Campanha da Marni Verão 17, foto de Barbara Probst com direção de arte de Giovanni  ©Reprodução

Também não é estranho ao universo das revistas Vogue. Em meados dos anos 2000 dirigiu muitos editoriais para a edição italiana sob a tutela de Franca Sozzani, inclusive a primeira capa da cantora Rihanna para a revista e shootings com Daphne Guinness, Amber Valetta e Brad Pitt (L’Uomo Vogue). Quase todos esses trabalhos foram feitos em parceria com o fotógrafo Steven Klein, um dos mais constantes colaboradores de Giovanni, a quem chama de grande mestre e que o “ensinou a olhar para o mundo de forma diferente”.

©Reprodução
Daphne Guinness com styling de Patty Wilson e foto de Steven Klein para a Vogue Itália, 2009 ©Reprodução

Na Vogue Brasil, foi escolhido a dedo por Gisele Bündchen para dirigir um quase-catálogo da modelo, bem extenso, em comemoração aos seus 20 anos de carreira (e aniversário de 40 da publicação), com fotos de Inez e Vinoodh e também dos brasileiros Henrique Gendre, Gui Paganini, Zee Nunes, Bob Wolfenson e Paulo Vainer & Verônica Casetta. Fez também uma capa com Madonna, pelas lentes de Klein; e assinou mais um especial de aniversário, em 2016, estrelado por Naomi Campbell. Sua visão artística também estampou imagens das Vogues russa e japonesa.

No Instagram, Bianco comentou: “Estou muito grato e honrado por ser apontado diretor criativo de marca da Vogue Itália. Obrigado Emanuele Farneti, Vogue Itália e a todos pela confiança, amor e apoio”.

 


Relacionadas


Veja Também