27.04.2018 / Moda / por

Inspirado pelo universo rural, João Pimenta continua a trabalhar dualidades em primeira coleção feminina

O debut da linha feminina de João Pimenta / Foto: Agência Fotosite
O debut da linha feminina de João Pimenta / Foto: Agência Fotosite

Desde que lançou a etiqueta de moda masculina que leva seu nome, João Pimenta busca fazer um exercício contínuo de cruzamento de repertórios do guarda-roupa feminino e masculino. Basta olhar relatos de coleções passadas para perceber que palavras como “androginia” e “vulnerabilidade masculina” despontam na maioria deles. João vez ou outra trouxe mulheres para sua passarela masculina e também as tem como clientes da marca. “Na loja elas encontram uma roupa com inspiração feminina, mas com silhueta de homem, então, às vezes ouço: ‘ai, se essa peça fosse um pouco mais marcada no busto’ ou coisa assim…”, explica João ao FFW. “Fui sentindo esse espaço e pensei: por que não? Decidi criar uma linha feminina por uma questão técnica, para desenvolver modelagem mesmo”.

Embora já tenha feito moda feminina antes, João diz que no começo da nova empreitada ficou bastante perdido. “Eu comecei a fazer uma calça que acabou virando a metade. Não imaginava o que é 58cm de cintura, uma coisa tão pequena, tão delicada. Levei um susto com o corpo, as proporções, os volumes. Tudo muito diferente. Eu ficava apavorado nos primeiros fittings”, conta rindo.

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Com o desfile de encerramento do SPFW N45, que marcou a estreia da linha feminina de João Pimenta, dá pra perceber que o estilista se adaptou bem a isso. Em coleção inspirada pela vida rural, trouxe a tal marcação no busto e na cintura, mas não deixou de lado as dualidades sempre tão características em sua trajetória na moda. A mulher que vemos é quase bruta, quase suave.

+ Veja aqui o desfile completo

Logo nos primeiros looks surge uma alfaiataria com shape tubular, com casacos de dupla modelagem, amarrados na cintura por um lado só: ao olharmos a peça de costas ela é ao mesmo tempo acinturada e solta no corpo. Florzinhas estampam peças sóbrias (e o forro de quase todos os casacos); tem peça que é camisetão na frente, vestido de retalhos atrás; e até o avental, elemento que remete à mulher na cozinha, foi parar em roupas de festa ou mais esportivas. “Eu quis ressignificar isso”.

A coleção é toda em lã fria, lã, seda e tactel, trabalhada em tons de cinza, azul marinho, verde, rosé e mostarda. Da alfaiataria ao esportivo com pegada baseball – com formas arredondadas e faixas – e traços de militar, tudo culmina numa festa junina com looks multicamadas e peças bordadas. “Existe essa dualidade de pobre e rico. Veja aqui, isto é uma chita”, diz ele, mostrando um dos vestidos. “Mas o forro por baixo dela é seda pura. Como eu tinha um tema de pauperismo, quis fazer uma coleção sofisticada”.

Os casacos meio acinturados da coleção feminina de João Pimenta / FOTOSITE
Os casacos meio acinturados da coleção feminina de João Pimenta / FOTOSITE

Quis também que sua primeira coleção feminina tivesse brasilidade e a encontrou na ideia de vida rural, tema que, de maneira ou outra, impulsionou ainda os desfiles da Cotton Project e Fernanda Yamamoto nesta temporada. “Eu acredito que o rural é o futuro. Acho que futuramente as pessoas realmente vão entender que esse universo é muito mais interessante e saudável do que a cidade, onde a gente fica numa massa. Acho até que já estão entendendo”, comenta. “E não é preciso ir lá pro fim do mundo, a gente tem isso perto daqui. Eu mesmo moro fora da cidade, perto de Sorocaba. É um lugar muito bom pra criar. É paz”.

João não mora mais em São Paulo, mas mantém sua loja no bairro de Pinheiros. Daqui a dois meses, é lá que desembarca esta sua primeira coleção feminina, assim como na sua loja online e na multimarcas Pair. Nesse ínterim, porém, as peças serão adaptadas. “As mangas redondas já estão virando mangas infladas e os tecidos mais quentes, essas lãs, vão ser substituídos por tecidos mais reais”, adianta ele. “Se eu fosse esperto mesmo, estaria com a roupa pronta aqui, mas existe esse desejo de imagem, né?”.

+ Leia também: João Pimenta separa coleções feminina e masculina em jogo inverso ao mundo da moda


Relacionadas


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×