17.01.2018 / Moda / por

Kim Jones deixa a direção criativa masculina da Louis Vuitton

nike-kim-jones-louis-vuitton-000

Após sete anos como diretor criativo do masculino da Louis Vuitton, o londrino Kim Jones despede-se do cargo na quinta-feira (18.01) com o seu último desfile para a maison francesa, durante a semana de moda masculina de Paris.

O anúncio da saída esquenta ainda mais o frisson da “dança das cadeiras” na direção criativa de grifes com vagas não preenchidas. Qual grife deve receber Kim em breve?

Muito já se comenta que o estilista inglês deve ir para a Burberry assumir o masculino, enquanto o feminino deve ficar por conta de outra inglesa, Phoebe Philo, que também já anunciou sua saída da Céline para março.

Kim possui em seu repertório grande expertise na moda masculina e um excelente trabalho com acessórios, know how fundamental para trabalhar em qualquer grande marca de luxo. E a Burberry, quer e precisa crescer nesse segmento.

O designer, contratado desde 2011 pela Louis Vuitton, ganhou prestígio e sucesso com suas coleções e, principalmente, com as grandes sacadas e colabs (como esquecer de Louis Vuitton x Supreme?). Jones já teve sua própria marca e antes de chegar na maison francesa, passou pela Dunhill, Topman, Alexander McQueen, Mulberry, Hugo Boss e Umbro. Sem contar que sua coleção de graduação na Central Saint Martins foi comprada por John Galliano.

 


Relacionadas


Veja Também