22.04.2018 / Moda / por

Paulo Borges fala sobre novo momento do SPFW, calendário de desfiles e a energia de Conrado Segreto

Paulo Borges em foto de Cristiano Madureira / Cortesia
Paulo Borges em foto de Cristiano Madureira / Cortesia

Em entrevista ao FFW, Paulo Borges comenta o momento atual da moda, do SPFW, relembra a energia de Conrado Segreto e fala sobre a associação do SPFW ao fundo IMM:

NOVO MOMENTO

O mundo, ao correr para o futuro se perde e se vê diante de um passado recente, piorado, esgarçado. Nos valores, na economia, na cultura, na intolerância, etc. Muitos pilares e estruturas ruíram, se dissolveram. Não valem mais.

Nesses momentos, negócios menores, em etapas iniciais, mais jovens, tem o vigor e a coragem do fazer, do se arriscar, ir em frente. Estão menos perdidos até porque seu raio de alcance e visão estão mais próximos. E hoje quando digo jovem, não falo de idade, mas de cabeça. Acabo de fazer 56, e me sinto ainda com a cabeça de 20 ou 30. Trago a mesma curiosidade, desejo, paixão, vigor. Porém meu entorno é outro. É novo.

As coincidências estão aí, no ar. A criatividade será sempre a saída e o futuro. O próximo passo. O pé no escuro e no incerto. A criatividade é sempre a bússola para o novo tempo.

CALENDÁRIO

Nosso calendário ainda está em construção, em formação, assim como nosso país. Neste caminho muitas coisas podem acontecer, e de fato acontecem. Vimos grandes crescimentos, assim como vimos tristes desaparecimentos.

Nossa estrutura industrial, tributária, fiscal, alfandegária, continua sem rumo e sem voz na falida gestão e direção política do país. Nunca se conseguiu de fato uma defesa representativa, uma voz forte e eficaz para todo setor. Continuamos sem um projeto de Estado e de longo prazo, que possa dar sustentabilidade a esta poderosa indústria em nosso país. Tudo que vemos, em muito, é responsabilidade de sucessivos governos ineficientes, autocratas, arrogantes, voltados para seus planos particulares, obtusos e muitas vezes obscuros.

Pagamos como sociedade por concedermos a todos eles, um cheque em branco, do qual nunca vimos retorno.

Posto isto, o calendário dessa temporada retrata a realidade. Vigor, paixão e discurso em nomes e marcas que conseguem transferir para seus negócios o melhor de seus sonhos. A força desta temporada estará na resistência e na crença das escolhas.

Cada temporada em si será sempre diferente. E assim será por um período ainda incerto. Até que alcancemos a maturidade necessária às grandes sociedades.

CONRADO SEGRETO

A homenagem a Conrado sempre esteve na minha cabeça. A questão seria em que momento trazê-la para a cena. Conheci Conrado em meados dos anos 80, tocando piano e cantando no Club Off. Depois vim a saber que ele trabalhava com moda no Bom Retiro numa fábrica de roupas infantis.

Nos reencontramos na moda durante um desfile que eu dirigia para a Tecelagem Brasil ( um dos tristes desaparecimentos ), porém como Cooperativa de Moda. Um coletivo. Vários jovens que de forma absolutamente vanguarda já intuíam tudo o que hoje se faz, se fala e se busca. A partir dali ficamos muito próximos e eu abri para ele sua empresa de Pret a Porter, produzi, dirigi, e levantei apoios e patrocínios para todos os seus quatro desfiles.

Conrado era compulsivo pela criação. Desenhava sem parar. Viveu seu melhor período na moda, sabendo solitariamente que iria morrer. Talvez por isso, só pensava na criação, sem consequências e sem concessões. Me dei conta que esta era a hora. É disto que precisamos.

São vinte e cinco anos de sua morte, e nunca precisamos tanto desta energia, desta coragem, desta força de Alma. Desta certeza e convicção. Criar genuinamente é o remédio para o amanhã.

IMM + SPFW

O negócio com a IMM foi costurado por quase um ano. Mas de fato nos conhecemos desde 2013. Foi um encontro natural, maduro.

Nestes 22 anos de SPFW, a Luminosidade construiu uma história própria, inovadora, de alta qualidade, percepção e reconhecimento. No meio de seu caminho encontrou a In Brands, no momento do Brasil que se acreditava finalmente ser o país do futuro. Foram quase 10 anos de experiência e crescimento. O mundo está começando um novo ciclo.

A ideia principal por trás desta aquisição, sem dúvida é crescer, fortalecer, inovar ainda mais, e isso passa por todas as áreas de atuação. Gestão, estratégia, parcerias, patrocínios, projetos convergentes. Sem dúvida temos para o futuro próximo uma enorme possibilidade de crescimento. Uma empresa que fica maior e melhor, focada e altamente profissionalizada.

Moda ainda não era um pilar dentro do grupo, e isso reforça o valor do negócio realizado.

FUTURO DO SPFW

É importante, neste momento, eu aproveitar e esclarecer minha relação com a empresa e sua história. Eu nunca vendi a Luminosidade, o SPFW. Eles foram comprados. No início, e até os seus quase 15 anos de vida, a Luminosidade tinha quatro sócios. Éramos um tipo Vingadores. Fortes, hábeis, corajosos, com talentos complementares. Sem dúvida isso foi fundamental para que o SPFW atravessasse todo esse período e construído sua história única, genuína.

Em 2009 veio a In Brands. As sócias venderam suas participações na empresa, e a Graça Cabral trabalha comigo até hoje. Uma espécie de alter ego. Odeio ser voz uníssona. Gosto do confronto, questionamento, visão antagônica. Assim, eu continuei com 25% do negócio, e a frente dos projetos.

Hoje esta nova etapa se dá da mesma forma. Temos um novo parceiro, e eu continuo sócio e a frente do projeto. A IMM traz uma expertise e cultura de eventos de alta qualidade, equipe altamente qualificada, musculatura e cultura de negócio.

Apesar de eu sempre trabalhar de forma totalmente colaborativa, transversal e sem uma hierarquia tradicional, esta nova empresa e sua gestão estará sempre pensando o melhor para cada decisão, sempre levando em conta obviamente  sua vocação, história, marca e seus valores.

Todos os pontos específicos de modelos de apresentações, locais e marcas serão tratadas como até hoje foram, e as melhores ideias, sugestões e soluções serão aplicadas. E necessariamente podem não ser as minhas, como já de fato ocorre.

SPFW NO PAVILHÃO DAS CULTURAS

Há mais de uma década observo em silêncio por esse momento de poder usá-lo. Um pavilhão maravilhoso como todos os outros criados por Oscar Niemeyer, porém restaurado, novo, lindo. Adoro o Parque Ibirapuera, e ele nos dá um entorno mais que privilegiado. Minha sensação é de que esta edição nos dará a impressão de estarmos recebendo em casa. Intimamente. Amorosamente, como se recebe pessoas que estimamos.

 

 


Relacionadas


Veja Também