10.01.2017 / Moda / por

Principal plataforma da moda masculina atual, Pitti Uomo começa em Florença

Espaço do trade show na Pitti Uomo ©Reprodução
Espaço do trade show na Pitti Uomo ©Reprodução

Começa nesta terça a 91ª edição da Pitti Uomo, feira de moda masculina que acontece na Fortezza de Basso, em Florença, Itália, e vai até o dia 13.01.

Uma das maiores plataformas da moda masculina atual, o evento também é conhecido mundialmente pelos elegantes homens que o frequentam, compondo fotos preciosas de street style, dessas que norteiam as tendências de comportamento, roupas e acessórios masculinos.

Nesta temporada, são 1220 marcas expositoras, das quais 540 são estrangeiras. Espera-se 36.ooo visitantes – na última edição, mais de 24.800 compradores participaram da feira.

O tema do evento, intitulado Pitti Dance Off, coloca o foco no mercado do sportswear. “’Dance Off’ descreve o confronto e intercâmbio de ideias e comportamentos das pessoas, com a diversidade de seu estilo. Os nossos eventos são encontros e desencontros entre as marcas de todo o mundo: todos ‘dançam’ juntos, e de lá, são produzidos os novos gestos da moda”, explica Agostino Poletto, vice diretor do evento. “Pitti Dance Off é um convite para se expressar, expressar seus próprios corpos e estilo, pois é esta a abordagem da dança da moda: a essência da diversidade e a liberdade do estilo pessoal.”

A abertura do evento teve também a estreia da mostra Fashion in Florence through the lens of Archivio Foto Locchi, no Palazzo Pitti, com 100 fotos exclusivas contando a evolução da moda na capital toscana, dos anos 1930 aos anos 1970, de fotógrafos que têm seus registros no arquivo histórico da Galeria Foto Locchi, local protegido pelo Ministério Italiano do Patrimônio e da Cultura, onde contém mais de cinco milhões de fotos sobre a história de Florença e Toscana. Essa é a primeira exposição da casa, feita em parceria com o Centro de Florença da Moda Italiana.

©Reprodução
©Reprodução

Entre os destaques, está o novo espaço da feira, HI Beauty, totalmente dedicado ao cuidado pessoal do homem, com perfumes, produtos de higiene pessoal e para cuidados com o corpo.

O convidado especial da temporada é o belga baseado em NY Tim Coppens. Finalista do prêmio LVMH e vencedor do Prêmio Swarovski do CFDA (Council of Fashion Designers of America), ambos em 2014, o estilista fará sua estreia no mercado europeu.

A Z Zegna volta a desfilar no evento depois do hiato de três anos. A marca irá apresentar sua primeira coleção sob o comando de Alessandro Sartori como diretor criativo do grupo Zegna. Sartori dirigiu a Z Zegna por 8 anos até 2011, quando foi para a Berlutti. Em fevereiro do ano passado, o estilista italiano foi nomeado diretor artístico dos cinco segmentos que compõem o conglomerado de Gildo Zegna, porém só assumiu o cargo em junho para, agora, realizar a sua (re) estreia na marca.

Tommy Hilfiger fará sua primeira apresentação no evento, com uma seleção do Inverno 17 de suas marcas Hilfiger Edition, Tommy Hilfiger Tailored e a linha de sportswear homônima, na apresentação que combinará instalações artísticas, a exposição dos modelos e mídias digitais – os convidados poderão explorar e comprar toda a coleção em tempo real, no formato see now, buy now.

Paul Smith estreia sua mais nova linha, a PS by Paul Smith, que combina tecidos tecnológicos a cortes ergonômicos em roupas que facilitam o movimento do corpo. Durante a apresentação, o estilista britânico também realizará uma instalação de moda.

Sempre de olho nas marcas internacionais, nesta edição o evento foca no mercado asiático. Para tanto, foi feita uma parceria de dois anos com a organização da semana de moda japonesa a fim de trazer novos talentos locais, e também haverá a colaboração da Kocca, uma das mais importantes agências governamentais que apoia a cena criativa sul-coreana. Essas parcerias trouxeram ao evento as marcas Sulvam, BMUET (TE) e Ordinary People.

Acompanhe a nossa cobertura por aqui e @ffw.


Relacionadas


Veja Também