31.08.2017 / Moda / por

Os destaques dos desfiles das marcas integrantes do Top 5

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Por Guilherme Meneghetti 

Aconteceu ontem (30.08), na SPFW, o desfile da segunda edição do Top 5, programa de fomentação a negócios da moda realizado pelo IN-MOD em parceria com o Sebrae. Cinco marcas de jovens e pequenos empreendedores vindos de diversas regiões do país apresentaram suas coleções. São eles: Kalline, Led, Borana, Vankoke e Karine Fouvry.

+ Veja todas as coleções

Kalline (Santa Catarina)

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Fundada em 1990 por Nivaldo e Jaqueline Rizzotto, em Santa Catarina, a marca surgiu com o intuito de ser referência no mercado de couro, material que é carro-chefe da casa. Hoje, com o filho Eduardo à frente, a Kalline está passando por um processo de rejuvenescimento, mas sem perder a identidade. Para a coleção apresentada, por exemplo, a aposta no couro continuou, e o interessante é que são peças para o verão, com formas amplas em shapes arredondados ou retos, algumas delas perfuradas a laser. O destaque fica por conta da paleta de cores, com uma boa combinação de tons como cinza, vinho, vermelho, roxo, laranja, amarelo limão, mostarda e verde clarinho. Entre os acessórios, vale destacar as bolsas tipo frasqueira, também coloridas.

LED (Minas Gerais)

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Com apenas dois anos de vida, a marca mineira de Célio Dias olha para as ruas e tudo que ela proporciona: suas relações com a cidade e a expressão daqueles que compõem a cena urbana. Sem se preocupar com gêneros, a marca apresentou uma coleção super fresh, com boas opções de peças como macacão (como o que abriu o desfile, em que se lia nas costas “Vai Planeta”), calças baggy, shorts, vestidos com amarrações e saias assimétricas, algumas das quais foram construídas com macramê, tecidos leves, como chifon, sintéticos, para os dias chuvosos, além de divertidos patchworks. A cartela de cores é viva, passeando pelo azul royal, laranja, rosa ballet e verde ocre. Destaque para os acessórios, compostos por ótimos brincos, pulseiras, bolsas, mochilas e pochetes.

Borana (Espírito Santo)

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Capixaba, a marca de beachwear surgiu em 2010, buscando inovar ao produzir biquínis com estampas mais expressivas. Três anos depois, a Borana expandiu sua produção para além da moda praia trazendo roupas casuais em seu catálogo. Hoje, possui duas lojas próprias no Espírito Santo, além do e-commerce e revendas em multimarcas espalhadas pelo Brasil. Na passarela, florais se misturaram a quadriculados e listras. Um estilo essencialmente brasileiro se sobressai com saídas de praia com fendas, engana-mamãe com recortes e faixas trespassadas, vestidos curtos e calças fluídas. Os acessórios evocam cestas em bolsas e pulseiras arredondadas, boas opções para o look de praia.

Vankoke (Rio Grande do Norte)

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

A empresária Adriana Patrícia criou a Vankoke em 2006, no Rio Grande do Norte, voltando-se para um mercado de moda com maior valor agregado. O universo feminino da marca se debruçou ao longo da passarela, com vestidos longos e curtos, tops, saias evasê e calças amplas. Enxuta, a cartela de cores se restringiu ao preto e vinho. A aposta foi na transparência, marcada pela leveza de tecidos como organza e tule.

Karine Fouvry (Rio)

Foto: Agência Fotosite
Foto: Agência Fotosite

Francesa radicada no Brasil, Karine criou sua marca em 2014 no Rio de Janeiro, onde vive, com o objetivo de criar uma alfaiataria impecável. Desbravando outros caminhos além da alfaiataria, já desfilou no Minas Trend Preview e, logo no seu primeiro ano, chamou a atenção de diversas multimarcas ao redor do país e também em Nova York, consolidando-se gradualmente e em passos firmes. Exaltando a beleza da mulher negra, o desfile da estilista foi fortemente aplaudido. As modelos desfilaram descalças, dando destaque às peças fluídas que marcaram a coleção, composta por vestidos, macacões com recortes estratégicos, calças e tops de um só ombro. Estampas geométricas em vermelho sangue misturaram-se a peças neutras em preto ou branco.


Relacionadas


Veja Também