16.11.2017 / Verde / por

Fashioned from Nature: nova super mostra do V&A explora a relação entre moda e natureza

A passarela detox da Greenpeace / Reprodução
A passarela detox da Greenpeace / Reprodução

Coerente e necessário para esses tempos que vivemos, o museu londrino Victoria & Albert anuncia sua próxima exposição com temática ligada ao mundo da moda e à sustentabilidade: Fashioned from Nature.

Seja, por exemplo, nos desfiles de Verão 2018 de Issey Miyake e Elie Saab, inspirados nas paisagens da Islândia e na Amazônia, respectivamente, ou mesmo no recente anúncio da Gucci acerca do uso da pele animal, a moda por muitas vezes tem a natureza como mote, mas até que ponto a indústria se importa e sabe lidar com essa questão tão importante? É com esse questionamento que o V&A vai esquentando em torno do assunto até abril de 2018, mês de inauguração da mostra.

O museu promete traçar a complexa relação entre moda e natureza desde o início do século XVII até os dias atuais, tanto quanto inspiração quanto prática ética. Dentre os 300 itens que serão exibidos, incluem-se registros e trabalhos ligados à causa de Stella McCartney e Vivienne Westwood, ativistas e protagonistas reconhecidas quando o assunto é moda e sustentabilidade; peças de Christian Dior, Dries Van Noten e até um vestido Calvin Klein feito de garrafas de plástico recicladas usado no red carpet do Met Gala, em 2016, pela atriz Emma Watson.

Além do vestuário, a mostra exibirá também pôsteres, como o do grupo ativista Fashion Revolution, e iniciativas da ONG Greenpeace.

Fashioned from Nature, a sucessora da atual exposição no museu, Balenciaga: Shaping Fashion, será inaugurada no dia 21 de abril de 2018 e fica aberta para visitação até 27 de janeiro de 2019.


Relacionadas


Veja Também