FFW
newsletter
RECEBA NOSSO CONTEÚDO DIRETO NO SEU EMAIL

    Não, obrigado
    Aceitando você concorda com os termos de uso e nossa política de privacidade
    REINALDO LOURENÇO
    Inverno 24
    Foto: Agência Fotosite
    Todos Ler Review
    Foto: Agência Fotosite
    Por Vinicius Alencar 24.mar.24

    Ao chegar no Auditório Simón Bolívar e avistar diferentes pessoas circulando com peças de jacquard de motivo floral e outras com jaquetas e casacos com estampa animalier, logo percebemos estar em um desfile de Reinaldo Lourenço – suas admiradoras, clientes e amigas são fiéis.

    Tamanha fidelidade garantiu ao estilista algo quase impossível na indústria nacional: uma carreira de quatro décadas. Desde o ano passado, Reinaldo escolheu desfilar uma vez ao ano para exibir a linha que batizou de “Couture” e, como o nome sugere, são peças que prezam pela técnica, escolha de materiais e, principalmente, qualidade.

    No release, outra pista que entrega seu modus operandi: “Que tudo se transforme para melhor e dure cada vez mais”. Mais do que fazer roupas, Reinaldo ama moda e a homenageia para além do ofício, revelou se inspirar desta vez em Charles James e Dener. Mas há também uma forte presença também de Saint Laurent – como no longo transparente com plumas nos quadris – e elementos de uma de suas décadas preferidas, os anos 1960.

    O primeiro bloco bem bodycon e animalier é exuberante, para atrair olhares. O trench coat, que como comentamos é a peça-chave da vez, parece esculpido de tão perfeito – o estampado desfilado por Carol Ribeiro levou 30 dias para ser bordado com milhares de vidrinhos. Os filetes de seda milimetricamente alinhados entregam esse esmero tão característico do seu trabalho. Os decotes arredondados flutuantes são outros belos exemplos da maestria. Ao final, aplausos de pé, movimento puxado por Costanza Pascolato e largos sorrisos especialmente entre aquelas que o chamam carinhosamente de Rei.

    Não deixe de ver
    Pabllo Vittar em collab com a Pornograffiti, os novos modelos da Rolex, a bebida especial da Melissa e muito mais
    Por trás do figurino de ‘A Loja de Atrocidades’
    Rider lança chinelo R Bold com Filipe Ret e Caio Luccas
    FFW SOUNDS: Chappell Roan
    Coletivo da Amazônia pinta mural no principal Pavilhão da Bienal de Veneza
    A Chanel ainda vale o preço que cobra?
    Cabelos: Truss e Ricardo dos Anjos apostam em mix de décadas na SPFW
    Kanye West não é o responsável pelas roupas de Bianca Censori
    Sabrina Sato como nova embaixadora da Hope, as denúncias envolvendo a Zara e a H&M e o desmatamento no Brasil, a nova coleção da Dod Alfaiataria e muito mais