18.10.2016 / Cultura / por

Galeria Millan expõe um dos últimos projetos do artista Tunga

Série de esculturas "Morfológicas", de Tunga ©Reprodução
Série de esculturas "Morfológicas", de Tunga ©Reprodução

Aberta nesta terça (18.10) ao público, a exposição “Pálpebras” exibe as últimas obras de Tunga, feitas pelo artista para a mostra na Galeria Millan, com projeto interrompido por sua morte, aos 64 anos, em junho passado.  Os  dois espaços da galeria recebem 30 trabalhos inéditos ou vistos em raras ocasiões.

Dividida em duas áreas, a exposição reúne na sede da Millan os “Phanógrafos”, derivados da série “Cooking Crystals” (2010), onde caixas de madeira dão suporte para os mais diversos objetos, como garrafas com líquidos decantados, âmbar, pedras e elementos escatológicos. No segundo andar da galeria, a instalação “Delivered Voices” (2015) contempla diversas técnicas: vídeo, escultura e  performance.

No espaço inaugurado ano passado pela Millan, o Anexo, esculturas orgânicas da série “Morfológicas”, um estudo sobre as formas e o corpo humano, se revelam ora sexuais, ora surreais. Com a interrupção da produção das obras, algumas esculturas não foram produzidas pelo artista no material final, e são exibidas no molde que ele deixou, em durepóx. A qualidade do molde é tamanha, que não dá para dizer o que é molde, o que é escultura final. Imperdível.

Serviço

“Pálpebras” – Galeria Millan

Endereço: Rua Fradique Coutinho, 1360 – Vila Madalena

Data: 18 de outubro a 12 de novembro

Horários: Terça a  sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 18h


Relacionados


Veja Também