Refugiados são tema de exposição de fotógrafo francês, em SP

"Garimpeiros, Níger, 2014" ©Titouan Lamazou/Divulgação
"Garimpeiros, Níger, 2014" ©Titouan Lamazou/Divulgação

A importante crise dos refugiados em todo o mundo entrou na pauta da moda e das artes visuais em São Paulo, nas últimas semanas. Ronaldo Fraga fez desfile sobre o tema, denunciou a intolerância geral e convidou cinco refugiados para participar de sua apresentação no SPFW N41. Agora, nesta quinta (05.05), a Galeria Rabieh inaugura, para convidados, a exposição “Errantes”, com impactantes e belas imagens de movimentos migratórios clicadas pelo fotógrafo francês Titouan Lamazou, ao longo de 20 anos de peregrinação ao redor do mundo. A exibição será aberta ao público nesta sexta-feira (06.05) e fica até o dia (25.05) em cartaz.

+Leia aqui a entrevista com os refugiados que desfilaram para Ronaldo Fraga

Com curadoria de Eder Chiodetto, a mostra traz fotos de povos nômades e refugiados, em vagões de trens e acampamentos temporários. Uma das imagens mais impactantes da exposição exibe um grande caminhão, próximo a Argélia, na África, lotado de migrantes que percorrem centenas de quilômetros de deserto.

“Esse conjunto de obras reunidas em torno da mostra Errantes, tem um viés antropológico que tende a desvendar sutilezas culturais e uma espécie de beleza que se extrai da harmonia das coisas mais simples”, diz Chiodetto. “As imagens não se limitam a reportar um tempo-espaço específico, mas sim, de cenas pelas quais somos envolvidos até o ponto de nos sentirmos parte delas”, completa.

O trabalho de Lamazou já passou pelo Brasil em 2009 na exposição individual “Mulheres do Planeta”, em que o fotógrafo abordava o empoderamento feminino.

Confira na galeria abaixo imagens da exposição “Errantes”.


Relacionados


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×