19.07.2017 / Cultura / por

Winter is here: o que você precisa saber sobre o figurino da sétima temporada de Game of Thrones

Mãe dos dragões: Daenerys Targaryen passa a vestir preto e vermelho na sétima temporada ©Reprodução
Mãe dos dragões: Daenerys Targaryen passa a vestir preto e vermelho na sétima temporada ©Reprodução

Por Luísa Graça

Era o momento que todo mundo esperava. Daenerys Targaryen finalmente aportando em Westeros e subindo ao trono em sua terra Pedra do Dragão. Shall we begin? A mãe dos dragões entrou em cena ao final do episódio de estreia da sétima temporada de Game of Thrones pronta para uma guerra. E vestida pra isso. Lá se foram os vestidos leves e régios em tons claros que deixavam a pele à mostra. Num look total preto com colarinho alto, ombros estruturados e alguns detalhes em vermelho, ela finalmente começa a adotar as cores da Casa Targaryen. Ela vagou por vários lugares tentando encontrar seu caminho, mas agora tem um plano bem traçado, conselheiros e todo um exército. Seu guarda-roupa passa, então, a ecoar um pouco o uniforme dos seus soldados, os Imaculados, tanto quanto a vestimenta de seu irmão, Vyseris. Mas em vez de uma insígnia da casa bordada na roupa como a do irmão, Khaleesi ostenta nesta temporada uma grande corrente com cabeça de dragão. “A corrente é uma precursora da coroa. É uma joia simbólica que reflete a intenção. Ela ainda não é uma rainha, mas gosto da ideia de que ela veste tudo o que pode para mostrar seu status”, afirmou a figurinista da série, Michele Clapton.

A personagem de Emilia Clarke, respectivamente, na temporada 4 e 7 ©Reprodução
A personagem de Emilia Clarke, respectivamente, na temporada 4 e 7 ©Reprodução

O inverno chegou. E não é apenas a personagem interpretada por Emilia Clarke que veste figurinos mais sóbrios e imponentes nesta penúltima temporada da série, preparando-se para uma guerra. A rainha Cersei (Lena Headey), que já esboçava uma escuridão no guarda-roupa na temporada 6, também substituiu seus vestidos longos com estampas douradas e mangas sino por roupas pretas, simbolizando o luto pela morte dos filhos. Nos novos episódios, ela trocou o dourado tradicional à Casa Lannister por detalhes em prata e suas roupas parecem trazer à tela algo do fantasma do pai, Tywin, algumas peças foram até feitas em couro. Os vestidos aparecem com corte mais reto e gola alta, algumas vezes adornados por peças removíveis com bordados intrincados que cobrem os ombros e o pescoço. “Ela agora está no trono e há uma força nesses bordados. São bastante intrincados e exagerados, de um jeito até engraçado – como um último suspiro, ao meu ver. Ela sempre vestiu peças com golas e ombros fortes, então, achei que seria uma forma de elevar o figurino dela ao próximo nível”, explicou Clapton, que comanda uma equipe de 100 pessoas e é também figurinista da série The Crown, em entrevista recente.

Cersei Lannister, interpretada por Lena Headey ©Reprodução
Cersei Lannister, interpretada por Lena Headey ©Reprodução

“Eu amo o fato de que todas as mulheres… Tudo, na verdade, está quase monocromático. Agora, é sobre ganhar o trono. Os desafios que eles têm, as ameaças além da muralha. O figurino de todas as mulheres se tornou bastante escuro, mas os detalhes em cada um deles são muito importantes”. Sansa Stark (Sophie Turner) é provavelmente a personagem que passou pela maior evolução de estilo. Durante toda a série ela foi uma espécie de prisioneira de alguém, nada mais justo que suas roupas novas evoquem um forte senso de autoproteção, com fivelas, cintos e alças de couro arrematando os vestidos, agora um pouco mais curtos. Os detalhes no figurino dela re-traçam a sua trajetória: as peças em pele fazem referência à Winterfell e sua linhagem Stark; um dos seus vestidos (abaixo) traz uma estampa geométrica bordada que pode tanto remeter a peixes (símbolo da família da mãe) quanto a um X, semelhante ao “homem esfolado” do brasão da Casa Bolton; e até mesmo seu novo penteado alude ao que Cersei usava no início da série. Como se suas roupas refletissem uma força e autoconhecimento ganhos a duras penas, Sansa abraça a própria história ao mesmo tempo em que se liberta das pessoas que a prejudicaram. E ainda exibe um novo acessório-chave super cool: um colar com pingente de círculo.

House of Stark: Sansa, Brandon, Jon Snow e Arya na sétima temporada ©Reprodução
House of Stark: Sansa, Brandon, Jon Snow e Arya na sétima temporada ©Reprodução

Sua irmã Arya (Maisie Williams) também parece ter chegado a um patamar de força e independência, de volta a Westeros buscando fazer justiça por conta própria. Embora ao longo da série seu figurino tenha se adaptado ao ambiente em que estava, como um disfarce, o novo look em couro marrom escuro, semelhante ao de seu pai Ned Stark, sugere uma volta pra casa. “Ned era seu herói. Ela voltou e, de alguma forma, quer ser o pai dela. Há um aspecto nobre sobre ela agora”. O figurino de Jon Snow (Kit Harington) também passa a fazer referência ao pai adotivo do personagem. Depois de vestir apenas preto como membro da Patrulha da Noite, agora que tomou Winterfell de volta e foi proclamado o rei do norte, ele discretamente volta a usar tons de cinza, marrom e azul (as cores da Casa Stark), como na primeira temporada, e também mantém os cabelos presos como o pai.

O personagem masculino que roubou a cena no primeiro episódio (não, não vamos falar sobre o cameo do Ed Sheeran), entretanto, foi Euron Greyjoy (Pilou Asbæk), num look preto em couro que dividiu a internet. O personagem se apresentou na temporada passada como o usurpador do trono das Ilhas de Ferro depois de empurrar o próprio irmão do alto de uma ponte pênsil. O figurino dele pareceu bem de acordo com o dos homens da série, uma coisa militar medieval. Qual não foi a surpresa do público quando ele pintou em Porto Real para pedir a rainha Cersei em casamento parecendo um roqueiro decadente dos anos 2000 – de jaqueta de couro soltinha com semi-recortes em formato de estrela que já tem gente querendo comprar. Temos um novo bad boy. “Por que esse nascido do ferro tá de Rick Owens?” e “Euron Greyjoy, novo garoto Saint Laurent” surgiram entre as piadinhas no Twitter.

 

New season…new look… #gameofthrones #whatisdeadmayneverdie #eurongreyjoy #GOT #hbonordic #hbo 🐙

Uma publicação compartilhada por Pilou Asbæk (@pilouasbaek) em

De acordo com a figurinista, alguns personagens passam por mais transformações sartoriais porque isso faz parte da sua curva narrativa. Isso diz algo sobre eles tanto quanto poucas mudanças no guarda-roupa diz sobre outros.”Isso acentua a diferença entre os personagens. Eu passo horas desenhando o figurino e grande parte desse tempo é gasta traçando essa história”, pondera Clapton, em entrevista à revista Time. “Sempre tento contar uma história – o figurino tem uma narrativa própria. Você deve poder olhar para um personagem e saber em que lugar da sua jornada pessoal ele está mentalmente. O novo figurino, especialmente das mulheres, retrata a força delas e o que elas passaram para chegar onde estão”.


Relacionados


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×