23.06.2017 / Cultura / por

Será que finalmente a identidade de Banksy foi revelada?

Banksy em cena no doc Exit Through the Gift Shop
Banksy em cena no doc Exit Through the Gift Shop

Todo mundo já se acostumou a não saber quem é Banksy. Diversos documentários abordam a obra do artista britânico, entre eles Exit through the gift shop”, em que Banksy dá uma entrevista com o rosto coberto e a voz alterada. Mas e quem sabe de sua identidade? São amigos próximos e fieis, dispostos a levar o segredo para o túmulo.

Ou não. Hoje, diversos veículos publicaram uma gafe do músico e DJ Goldie que, sem querer, falava do grafite e de Banksy e deixou escapar o nome Robert. No ano passado, o jornalista Craig Williams fez um trabalho investigativo por cinco meses e disse ter descoberto que Robert Del Naja (aka 3D), do Massive Attack, é Banksy, ou melhor, o líder por trás de um grupo de artistas de rua.

Goldie estava falando no podcast semanal de Scroobius Pip, chamado Distraction Pieces: “Me dê uma carta de bolha, coloque-a em uma camiseta e escreva Banksy embaixo e estamos feitos. Sem desrespeito por Robert, acho que ele é um artista brilhante. Ele tem virou o mundo da arte de cabeça pra baixo”. Então, parou por alguns segundos e mudou de assunto.

Del Naja, claro, negou. Afinal, Banksy é procurado até pela polícia. “Essa seria uma boa história, mas não é a verdade. Banksy é um amigo e eventualmente vai a alguns shows do Massive Attack”.

Mas vejam as coincidências: os murais de banksy sempre aparecem nas locações por onde o Massive Attack passou. Por exemplo, em abril de 2003, um trabalho dele surgiu em Melbourne, onde a banda havia tocado um mês antes. Em maio de 2010, vários murais apareceram em São Francisco e o Massive fez show lá no final de abril. Aliás, essas obras em São Francisco, renderam o doc Saving Banksy, que mostra a briga entre os donos dos prédios pintados – que querem pintar por cima da arte – e um colecionador, que quer retirar o desenho e doar a um museu. Tem no Netflix.

Mais uma: é de Banksy o prefácio do livro de Del Naja, 3D and the Art of Massive Attack, lançado ano passado. E Banksy já o citou como influência, dizendo que Robert foi pioneiro do movimento de stencil graffiti. Os rumores começaram quando Del Naja montou uma exposição com 20 anos de trabalho. Olhando bem, lembra… Aqui tem bastante de sua atividade artística.

Patriot (2013), de Robert Del Naja
Patriot (2013), de Robert Del Naja

Robert Del Naja tem 52 anos e é de Bristol. Membro fundador do Massive Attack, foi uma das estrelas da cena trip hop, que saiu de Bristol para todo o resto da Inglaterra, junto a outras bandas como Portishead. Antes disso, nos anos 80, ele e Goldie já eram amigos e faziam parte da cena de grafite. Tanto que várias artes do Massive Attack são assinadas por ele.

Agora, tem um outro artista que já foi dado como Banksy. Robin Gunningham, um residente de Bristol, foi apontado como o verdadeiro artista em 2008. Uma equipa de cientistas da Universidade Queen Mary, em Londres, usou uma técnica aplicada na identificação de suspeitos de crimes em série. E foi através do um perfil geográfico que conseguiram essa confirmação.

A investigação partiu de 140 obras em Londres e Bristol e, através de informação disponível publicamente, os pesquisadores concluíram que todos os locais foram frequentados por Robin.

 


Relacionados


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×