FFW
newsletter
RECEBA NOSSO CONTEÚDO DIRETO NO SEU EMAIL

    Não, obrigado
    Aceitando você concorda com os termos de uso e nossa política de privacidade

    Blackpink in your area

    Como a banda se tornou uma das favoritas da indústria da moda, com contratos milionários, que incluem Dior, Chanel, Celine e Tiffany’s.

    Blackpink in your area

    Como a banda se tornou uma das favoritas da indústria da moda, com contratos milionários, que incluem Dior, Chanel, Celine e Tiffany’s.

    POR Redação

    Por: Julia Lange e Guilherme Rocha

    No dia 08.08.2023, o grupo de KPOP Blackpink comemorou 7 anos de atividade, desde o debut em 2016. O quarteto formado por Jisoo, Jennie, Rosé e Lisa é um dos principais sucessos da indústria musical sul-coreana e também são as favoritas da indústria da moda. Atualmente, o grupo está em sua segunda turnê mundial, o ‘Born Pink World Tour’, em atividade desde outubro de 2022.

    Muitas vezes sendo comparadas ao fenômeno que o BTS representa para o país, as meninas de fato quebraram diversos recordes e são o grupo feminino mais conhecido mundialmente falando – com destaque especial para o ocidente.

    Em 2019, elas se tornaram o primeiro grupo feminino sul-coreano a se apresentar no Festival Coachella (como heads). Além disso, acumulam milhares de seguidores, recordes em paradas musicais e bilhões de visualizações em videoclipes. Em 2021, elas alcançaram a marca de vídeo mais assistido do YouTube nas primeiras 24 horas de lançamento, chegaram ao primeiro lugar no Top 100 da Billboard e se tornaram o grupo feminino mais seguido do Spotify.

    Como era de se esperar, a relevância também se estende ao contato com as principais casas de luxo mundiais: Rosé é embaixadora da Tiffany, Lisa é o rosto da Celine e Bulgari, Jisoo tem parceria com a Dior e Jennie é uma das queridinhas da Chanel. Todos os contratos entre as marcas e as artistas têm o controle da gravadora YG Entertainment, que administra a vida profissional das integrantes. Abaixo, apresentamos um pouco da retrospectiva fashion nesses 7 anos de atividade.

    Debut

    Quando elas entraram em cena pela primeira vez com singles como Whistle e Boombayah, a tendência streetwear dominava todos os looks: as roupas eram extravagantes e coloridas, com um toque de roupa de colegial. O quarteto frequentemente usava combinações sincronizadas, fato que se mostrou de muito sucesso em outros grupos como Destiny´s Child e Twice e que ainda se mantém. As aparições no 8th Gaon Chart K-Pop Awards (2019), Coachella (2019), MTV Video Music Awards (2022) e Coachella (2023) – com todos os looks Mugler – são a prova disso.

    O fenômeno Lisa 

    A rapper do grupo, Lalisa Manoban, mais conhecida como Lisa, é o que chamaríamos de it girl nas décadas passadas. À la Alexa Chung, o que ela veste vira desejo em questão de segundos, fazendo com que peças esgotem quase instantaneamente – e aqui falamos também de peças de luxo. De acordo com a imprensa chinesa, a sua conta do Instagram, em 2021, foi responsável por 90% das vendas da marca Céline. Segundo a Brand Finance, agência britânica de avaliação de marcas, a grife cresceu em 118% no ano, conquistando 1,5 bilhão de dólares americanos. Dessa forma, ela se tornou a marca de luxo de crescimento mais rápido do mundo em valor de marca. Além disso, marcas modernas como Marine Serre e Zadig & Voltaire, são algumas das que fazem parte do estilo da artista.

    Born Pink World Tour

    Durante a última turnê, as integrantes que sempre estiveram na vanguarda da moda, conhecidas por suas escolhas de estilo ousadas e únicas, surpreenderam ao optar por marcas menos conhecidas em além das grifes de moda tradicionais que são embaixadoras.

    No palco, durante a apresentação de suas músicas solo, cada integrante trazia uma atmosfera única.  

    Jennie, trazia um clima romântico para apresentar o hits ‘Solo’ e ‘You & Me’, vestiu marcas como Simone Rocha, Yuhan Wang e até mesmo Laquan Smith.

    Jisoo, por sua vez, trazia um clima primaveril para cantar seu debut solo: ‘Flower’ usando produções de David Koma, Fanci Club e Aje que combinam elegância e modernidade, destacando sua beleza natural.

    Rosé, conhecida por seu estilo ousado, combinava uma jaqueta motoqueira com uma atitude rock ‘n’ roll com vestidos e bodys de marcas como: Blumarine, Rabanne e Di Petsa. Lisa, a rapper do grupo, optou por um visual mais descontraído e sensual com marcas: Mugler, Área e Kim Shui.

    O que torna essas escolhas ainda mais notáveis é que as marcas em questão são relativamente “pequenas” no cenário da moda internacional. No entanto, o Blackpink não apenas as destacou, mas também deu visibilidade a essas marcas emergentes em todo o mundo.

    As redes sociais explodiram com os looks, com fãs e amantes da moda elogiando as escolhas do grupo. Muitos deles expressaram empolgação com a ideia de apoiar marcas menores e promissoras, incentivados pela influência global do Blackpink.

    Não deixe de ver
    Glossário FFW: Já ouviu falar na expressão Anti-Fashion? 
    Marca gaúcha Plano Piloto lança coleção ‘O Astronauta’
    Osklen Red Edition: conversarmos com Oskar Metsavaht sobre moda atual, sustentabilidade e futuro
    Ugly chic: o que significa?
    Timothée Chalamet estrela nova campanha cinematográfica da Chanel
    New Balance celebra Grey Days em maio
    Greta Gerwig veste Maison Margiela em Cannes e é criticada nas redes
    Uniqlo anuncia lançamento de fast fashion nos EUA
    Grupo Arezzo&Co faz evento de lançamento de novas coleções em São Paulo
    A camisa polo foi atualizada e ganha uma cara nova em 2024
    FFW