22.10.2018 / Arte / por

Conheça os detalhes da exposição do Projeto Estufa no SPFW N46

Entrada da exposição do Projeto Estufa no SPFW N46 © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite
Entrada da exposição do Projeto Estufa no SPFW N46 © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite

Por Marília Abib

O conjunto de trabalhos à mostra na exposição do Projeto Estufa no SPFW N46, que começou nesta segunda-feira (22.10) e tem curadoria de Daniela Thomas e Mari Nagem, explora a multidisciplinaridade da arte e do processo criativo.

Juntas, a cineasta Daniela Thomas e a artista visual Mari Nagem ocuparam um espaço com grande visibilidade e fluxo de pessoas na ARCA, nova casa do SPFW, com trabalhos de criadores que flertam com a arte moderna, mas que surgiram da arquitetura, dança, e até mesmo da saúde, enriquecendo a experiência interdisciplinar.

Daniela Thomas e Mari Nagem © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite
Daniela Thomas e Mari Nagem © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite

A intervenção de Renata Melo é um exemplo de que a exposição assume um papel de ritual de passagem para criadores que transitam em diferentes áreas. Dentista e bailarina, Renata grava vídeos (criados inicialmente para o Instagram) em que registra estados emotivos e posicionamentos políticos em ambientes íntimos e públicos, como em casa ou no metrô.

Obra de de Renata © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite
Obra de de Renata Melo © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite

Essa qualidade híbrida das intervenções provoca reflexões acerca da necessidade de obrigatoriamente ser um artista para criar arte. “Trouxemos essas imagens para um espaço de arte e exposição. Estamos trazendo pessoas que, tipicamente, não ocupam esse universo para dentro de uma estrutura de arte contemporânea”, diz Daniela.

Já Rochelle Costi, fotógrafa e artista multimídia, convida o público a criar sua própria versão de obras consagradas da fotografia. A interação entre obra e indivíduo novamente provoca o questionamento sobre o que é arte e quem é o artista.

fasifhsiufh© Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite
Espaço proposto por Rochelle Costi © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite

Todos os criadores levantam algum tipo de questionamento, seja político, social ou até mesmo existencial. Assim como a intervenção de Cal Kielmanowicz, que propõe uma troca entre público e artista: a mulher que entrar na cabine fotográfica e tirar uma foto nua, ganha uma camiseta estampada com a foto de um peito nu de outra mulher que esteve na mesma posição anteriormente. A ideia é provocar reflexão sobre a hipersexualização do corpo da mulher.

Espaço de Cal Kielmanovicz © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite
Espaço de Cal Kielmanovicz © Gabriel Cappelletti / Agência Fotosite

Por fim, a exposição traz para o mundo da moda e da arte contemporânea uma grande influência de diferentes áreas e incentiva processos criativos plurais, visando a cooperação e a inovação.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×