FFW
newsletter
RECEBA NOSSO CONTEÚDO DIRETO NO SEU EMAIL

    Não, obrigado
    Aceitando você concorda com os termos de uso e nossa política de privacidade

    5 ativações de beleza no Metaverso

    Marcas começam a explorar as infinitas possibilidades de criação oferecidas pelo ambiente virtual

    5 ativações de beleza no Metaverso

    Marcas começam a explorar as infinitas possibilidades de criação oferecidas pelo ambiente virtual

    POR Redação

    Por Laís Andrade, @cherryglossbr

    Experiências imersivas virtuais, personalização de avatares, unhas com realidade aumentada, NFT’s atreladas a uma assinatura de produtos…Essas e outras ideias – que até 4 anos atrás pareciam saídas de um roteiro de ficção científica – foram algumas das maneiras que a indústria da beleza encontrou para engajar com seu público (real e virtual) no Metaverso.

    Ainda em seus primeiros estágios de desenvolvimento, o universo virtual despertou a curiosidade e o interesse comercial do mercado da beleza – conhecido por abraçar rapidamente as inovações tecnológicas, como foi visto no passado com os testes de maquiagem por realidade aumentada e os gadgets eletrônicos de diagnóstico da pele – e algumas de suas marcas mais disruptivas correram para se adaptar a ele.

    Ao analisar as primeiras incursões da beleza no Metaverso, alguns especialistas alertaram para o fato de que não basta criar uma simples “cópia virtual” de um batom para estar realmente envolvido com o público na Web 3.0. É preciso repensar como o consumidor se relaciona com seus produtos, considerando todos os seus pontos de contato com a marca, para então desenvolver uma estratégia digital que faça sentido no Metaverso. Pouco a pouco, algumas marcas de beleza parecem estar percebendo isso, saindo na frente com incursões criativas que acabam refletindo em vendas no mundo real. Abaixo, destacamos 5 exemplos que chamaram a nossa atenção. 

    BYREDO

    A marca de perfumes entrou para a esfera digital com uma proposta pra lá de ousada: criar a “fragrância do Metaverso”. Para isso, eles trabalharam em colaboração com o estúdio de criação RTFKT e com a agência de design M/M (Paris), e o resultado foi o AlphaMeta, um perfume que só existe na Web 3.0 e é composto por 26 ingredientes representando 26 emoções.

    byredo

    “Um único aroma é incapaz de representar esse mundo virtual, então nós formulamos um dicionário de elementos olfativos que os colecionadores virtuais podem combinar da forma que quiserem, criando algo totalmente único” afirmou Ben Gotham, fundador da Byredo. 

    GIVENCHY 

    Disruptiva por natureza, a maison francesa é sempre uma das primeiras a embarcar nas novidades do mundo da tecnologia. Depois de ser a primeira marca de beleza de luxo a oferecer looks para o jogo Animal Crossing em 2020, e a primeira a lançar a criação de um NFT em 2021, a Givenchy começou em 2022 sua exploração pelo território Roblox, a plataforma Metaverso composta por mundo virtuais criados por seus jogadores. givenchy

    Com criação assinada pelo estúdio sueco The Gang – responsáveis pela concepção de alguns dos ambientes mais criativos da plataforma –  a experiência imersiva da marca começa com a Givenchy Beauty House, que conta com ambientes inspirados pelas fragrâncias da marca, como a pista de dança “Irresistible” e a estação proibida “L’Interdit”. Dentro da casa os usuários também podem acessar estações de maquiagem, uma cabine de fotos e uma piscina decorada no estilo Givenchy.

    CLINIQUE

    Em junho deste ano, a marca americana lançou a iniciativa “Metaverse Like Us”, uma campanha de NFT’s que tinha como objetivo aumentar a inclusão e a acessibilidade no mundo virtual por meio de avatares que celebram “a diversidade e a beleza da pele em todas as suas variações”. clinique

    Concebidos em colaboração com Daz 3D, designer digital que criou uma das mais diversas coleções de avatares já existentes no ambiente virtual, os avatares da marca foram personalizados com maquiagens feitas por uma equipe diversa de maquiadores com produtos da Clinique, e cada produto usado ganhou seu NFT próprio, podendo ser consumidos on e offline. 

    ESTÉE LAUDER

    Como promover um produto de cuidados com a pele – cujo resultado do uso, diferentemente de uma maquiagem, não pode ser visto – no Metaverso? Esse desafio foi enfrentado pela Estée Lauder para criar uma ação no universo virtual que visava promover seu icônico serum Advanced Night Repair. esteelauder

    Para solucionar o desafio, a marca contou com a ajuda da beauty futurist Alex Box que criou um NFT do produto que funcionava como um filtro, dando ao avatar que o adquirisse um efeito radiante – uma vez que é justamente esse efeito sentido por usuários do produto no mundo real. 

    DIOR BEAUTY

    A maison francesa colaborou com a plataforma de metaverso asiática Zepeto para criar uma coleção de beleza digital com 9 beauty looks exclusivos do ambiente virtual criados pelo diretor criativo da Dior Beauty, Peter Phillips.

    Primeira ação da divisão de beleza na marca no Metaverso, essa coleção permite que os avatares dos usuários da plataforma testem e usem os looks, criando uma experiência imersiva da marca atrelada a seus produtos.  dior

    Não deixe de ver
    Jisoo e Paul Mescal na nova campanha da Cartier, a coleção da Supreme com a Maison Margiela e muito mais
    Zendaya aparece loira na press tour de seu novo filme
    Brasil na final de concurso de moda da Shein, Riachuelo como a marca oficial do Lollapalooza 24, a primeira linha de maquiagem da Celine e muito mais
    Willow Smith é a nova embaixadora da Dior Makeup
    Oscar 2024: os penteados mais vistos no red carpet
    Barry Keoghan na nova campanha da Burberry, o lançamento do perfume de Kylie Jenner, a linha capilar da Zara e muito mais
    Rihanna e A$AP Rocky estrelam short film juntos
    Dua Lipa é a nova embaixadora global da YSL Beauty
    A chegada da marca de cosméticos de Beyoncé ao Brasil, a collab da Jacquemus com a Nike, a nova coleção da New Saint e muito mais
    Quanto vai custar a linha para cabelo de Beyoncé que chega ao Brasil