22.08.2018 / Business / por

Com mais de 300 mil novos produtos, Amazon inicia venda de marcas de moda e esporte no Brasil

Reprodução site Amazon Brasil
Reprodução site Amazon Brasil

Se você entrou ontem no site da Amazon no Brasil, deve ter notado duas novas lojas: moda e esportes + aventura. Já faz um tempo que os boatos estavam circulando sobre a chegada da Amazon no país com uma oferta maior de categorias, além das que já conhecemos, como livros e eletrônicos (há a expectativa do lançamento do Amazon Music no Brasil, para concorrer com Spotify, Apple Music e Deezer).

Nesta quarta, a gigante americana inseriu 350 mil novos produtos, só nessas duas novas categorias. Nas compras online, a moda é a principal categoria do país, responsável por 14% dos pedidos feitos pela internet. Faz parte da novidade, além das roupas, a oferta de produtos como mochilas, óculos, malas, sapatos, relógios e vestuário infantil.

Centenas de marcas brasileiras já estão vendendo na Amazon, de marcas do line up do São Paulo Fashion Week como Amapô, Gloria Coelho, Reinaldo Lourenço, Cotton Project e Ellus, passando por Dani Cury, Flavia Aranha, Farm e Animale às grandes e comerciais como Farm, Animale, Lança Perfume, Havaianas e Luigi Bertolli.

Há também as lojas especiais que tem temas como Produtos Geek (camisetas de Star Wars, super heróis…) Designers Brasileiros (Gloria Coelho, Reinaldo Lourenço, Cabana Crafts), Artesanais (Dani Cury, Paula Ferber, Livo Eyewear) Sustentáveis (as bolsas artesanais da Volta Atelier, tênis da King 55 e roupas da Mumo Moda) e Cool Brands (praticamente todas as Melissas e todas as camisetas da T-Shirt Factory + alguns sapatos da CZO). No caso das sustentáveis, o site não explica o que torna aquele produto sustentável e o consumidor fica sem saber, não tendo outra opção a não ser acreditar 100% na Amazon de que, de fato, está comprando um produto que preza por esse selo.captura-de-tela-2018-08-22-as-21-14-45

O esquema funciona como marketplace, ou seja, os produtos são oferecidos e entregues pela própria marca e não pela Amazon – ela cuida da intermediação entre compradores e vendedores e cobra uma taxa de 20% sobre as vendas do segmento moda e 15% sobre os artigos esportivos. A grife parceira pode contar com um atendimento ao cliente e facilidade na hora da compra, com parcelamento em até 10 vezes sem juros.

A Amazon está no Brasil há cinco anos – quatro deles vendendo apenas livros – e hoje soma oito seções: livros, eletrônicos, videogames, casa e cozinha, ferramentas, papelaria, moda e esportes – nos EUA são 30 seções, como ítens de saúde, beleza e infantil. Ela é hoje a maior varejista online do mundo, domina o comércio eletrônico nos Estados Unidos e de alguns países da Europa.

Jeff Bezos, seu fundador e também um dos homens mais ricos do planeta, achou o nome Amazon aleatoriamente no dicionário e gostou porque, para ele, era a tradução de um lugar que é exótico e diferente. O rio Amazonas era o maior do mundo e ele planejava transformar sua loja na maior livraria que já existiu.

 

 


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×