17.06.2020 / Comportamento / por

Conheça dois novos projetos que usam a moda e a arte para apoiar a comunidade LGBTQIA+

Montagem com imagens de fotos que estão à venda na iniciativa Prints for Pride / Cortesia
Montagem com imagens de fotos que estão à venda na iniciativa Prints for Pride / Cortesia

Dois projetos voltados para a comunidade LGBTQIA+ são lançados nesta semana, com fundos revertidos para iniciativas e organizações voltadas para o atendimento e acolhimento desta comunidade.

A Prints for Pride é uma iniciativa do publisher das revistas Made In Brazil e Sambazine, Juliano Corbetta, junto com a fotógrafa Mariana Maltoni. O projeto visa arrecadar recursos para a manutenção de casas de acolhimento de pessoas LGBTQIA+ no Brasil através da venda de fotos e outros produtos, como moletons e bonés.

As imagens (algumas delas você pode ver na montagem acima) fazem parte de uma seleção do acervo da Made In Brazil e SAMBAZINE, impressas em papel algodão tamanho 20x30cm e em moletons com edição limitada – todos os artistas, modelos, e fotógrafos envolvidos cederam suas imagens gratuitamente. Tanto as fotos quanto os outros itens estão disponíveis para a compra no site da Bannanna até o dia 5 de julho, quando se encerra o primeira etapa de arrecadação do projeto, que terá 100% da renda direcionada à Casa 1, centro cultural e república de acolhida para pessoas LGBTQ expulsas de casa, e a outras organizações LGBTQIA+.

Os prints custam R$ 120, bonés por R$ 98 e os moletons por R$ 198.

Depois, o Prints for Pride continuará funcionando como um canal de arrecadação e financiamento para causas e artistas LGBTQIA+. “A idéia surgiu em busca de somar forças com essas instituições que tiveram sua captação de verbas prejudicada este ano, devido à pandemia e o cancelamento da Parada LGBTQIA+ de São Paulo”, diz Juliano.

Projeto Suporte

Camiseta que está à venda feita por artistas LGBTQIA+ do projeto Suporte / Cortesia
Camiseta que está à venda feita por artistas LGBTQIA+ do projeto Suporte / Cortesia

Nesta quarta também é lançado o Suporte, uma colaboração de 22 artistas visuais LGBTQI+ de diversas cidades do Brasil, que retrataram em uma camiseta um pouco da experiência de cada um durante a pandemia do COVID-19. Segundo a ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), no país, 90% da população trans e travesti trabalha no mercado informal (ANTRA) e está impossibilitada de exercer suas funções.

Foi a partir desses fatos que um grupo de amigues de diversas experiências profissionais percebeu que poderia, através de criatividade e coletividade, ajudar a diminuir o impacto negativo na comunidade.

A camiseta será vendida através do site da Suporte entre os dias 17 e 26 de junho por R$ 100. Descontados os custos de produção, todo o restante será doado para o Instituto Transviver, voltado para acompanhamento e apoio psicológico para as pessoas trans em Recife, e para a Casa Chama, associação de cuidados LGBTQIPA+, que surgiu da necessidade de criar mais espaços seguros de discussão e ação focado nas pessoas travestis, transexuais, trangêneras, transvestigênere e não binárias.

Vamos apoiar esses dois porjetos! Se você não tem possibilidade de comprar, pode apoiar divulgando em suas redes e para seus amigos.

 

O FFW está fazendo uma série de lives focadas na comunidade LGBTQIA+ com o estilista Celio Dias, da marca Led, como host. Acompanhe a programação no nosso perfil no Instagram.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×