21.05.2017 / Cultura pop / por

Don't touch my Raf: música de A$AP Rocky mostra evolução da relação hip hop e moda

A$SAP Rocky com Raf Simons / Reprodução
A$SAP Rocky com Raf Simons / Reprodução

Apesar de antigo, o flerte entre o hip hop e a moda continua evoluindo. Um passo importante aconteceu com Riccardo Tisci na Givenchy e suas camisetas, em especial a do rosto de rottweiler usada por Kanye West, P. Diddy, Jay Z, Pusha T. e outros tantos artistas da cena. (mais sobre isso aqui)

Ainda assim, a febre que a Givenchy causou no meio tinha apenas uma representação: status, acesso e dinheiro. Logo Kanye estava usando peças de designers desconhecidos do grande público, como Rick Owens e Margiela, nos shows e nas ruas. Começou ali um culto que ia além de mostrar poder; usar essas marcas revelava que você estava por dentro.

Agora, desde que lançou a faixa Raf em março, o rapper A$AP Rocky deu mais um passo e mostra que o envolvimento está cada vez mais sério. Antes, as letras das músicas falavam de moda, mas de maneira ostensiva, com a intenção de exibir o quanto tinham de dinheiro e poder. E quando apareciam com suas roupas e joias caras, os rappers mantinham a mesma mensagem: status, inacessibilidade e parte de um clube seleto.

Raf muda tudo. Passa a valer não o quanto você pode comprar, mas o que você realmente sabe sobre essa marca aka cultura de moda. É fácil inserir Gucci, Chanel e Vuitton em uma letra – mais fácil ainda usar suas roupas, certo? Mas fica aquela coisa de paga pau, de quem enche os olhos por fora, mas é vazio por dentro. Apenas possuir não é mais suficiente: você precisa conhecer a história da marca para compreender sua relevância e, no caso de Raf Simons, sua condição cult.

Na música, Rocky canta com Quavo, Lil Uzi Vert e Frank Ocean e entrega um monte de referências, de um desfile de 2002 à colab com o artista Sterling Ruby. “It’s rare Raf when I wear Raf”, ele canta. E o refrão? “Please don’t touch my Raf”.

 

Na parte de Frank Ocean, ele fala “this bitch too rare to bust”, sobre uma peça Raf Simons tão rara que ele evita usar com medo que estrague. Ele também faz uma citação à coleção de Verão 2002 de Raf, chamada “Woe on those who spit on the fear generation… The wind will blow it back”. “I covered my face and I’m bloody / That’s Spring/Summer 2002.” No desfile, os modelos tinham seus rostos cobertos com lenços e xales, alguns deles vermelhos.

E quando canta “Sterling silver lasers, Rubies red”, ele está falando sobre Sterling Ruby. A música é boa, fica na cabeça e é uma diversão a mais para quem gosta de moda.

Simons e Rocky ficaram amigos nos últimos cinco anos e estão cada vez mais próximos. O rapper entrevistou Raf para a edição das 100 pessoas mais influentes de 2017 da revista Time e disse na ocasião: “Acho que Raf Simons é importante para a cultura baseado no fato de que ele construiu uma nova religião em torno da moda. Ao ponto que a garotada, meninos e meninas, entram em discussões sobre o porque ele é o melhor. E é incrível como seu trabalho mais antigo e seu arquivo são ainda mais relevantes do que qualquer coisa que esteja sendo feita hoje”.

Em 2013, A$AP lançou a faixa Fashion Killa, em que cita na mesma música o nome de mais 20 marcas, como Gaultier, Dolce & Gabbana, Donna Karan, Prada, Tom Ford e Alexander Wang.

Três anos mais tarde, ele foi convidado por J.W. Anderson para criar uma linha masculina colaborativa que ganhou o nome de jwa x awge. “Rocky é um artista moderno e influente que tem um ponto de vista forte sobre a moda”, disse o estilista. Depois ainda estrelou uma campanha da Dior Homme.

Em seu perfil no Instagram, com mais de seis milhões de seguidores, ele postou três fotos em seguida e cada uma tinha uma letra. Juntas, elas formavam a palavra RAF. O estilista tem 380 mil fãs – não precisa nem fazer a conta pra entender que ele deve ganhar milhares de novos fãs nos próximos tempos que cantão em coro: don’t touch my Raf.

Abaixo, a letra!

Raf

I done came up (yuh)
Bustin’ down a whole bag (bag)
Broke nigga, step back (what?)
Why don’t you peep a nigga’s swag (yuh)
You don’t even gotta ask (for what?)
What are those? What is that? (For y’all)

Please don’t touch my Raf

Please don’t touch my Raf

A$AP Rocky
I’m racked up like rappers
I’m Raf’d up on camera
Get knocked out on camera

Squeeze pump like asthma

It’s rare Raf when I wear Raf

Bare Rah when I wear Raf

Might invest into some Raf shares

Lil niggas still share Raf

Yeah and I’m drippin’ on racks

Rick owens be the tag

Do the digital dash
Yeah, I’m boastin’, never brag

Please don’t touch my Raf

Bought a Kris Van Assche, Alessandro Gucci glasses, W. Anderson collab
Yeah, she pop it like a mac
Yeah, she drop it on the bag
I’ma buy another bag
Cause she always bring it back
Yeah, you know how to make it last
Plus a nigga keepin’ tabs
I’ma fly first class

Quavo hit ‘em with the dab

Please don’t touch my Raf Simons

Quavo

Ho, don’t step on my Raf Simons

Ho, don’t step on my Raf Simons

Ho, don’t step on my Raf Simons

Do you know how much I’m spendin’?
My closet, it worth ‘bout a milli
Took the lil’ bitch to the runway
Now she naked in the kitchen
Raf Simons, all kind of crazy colors

Livin’color, left wrist, Rollie butter (ice)

Maison Margiela my sweater (ice)

Mama told me never settle (mama!)

Raf Simons, don’t lace ‘em
Got your bitch, wanna date him

Lil Uzi Vert
Huh? What?
Don’t want ‘em talkin’ ‘bout the paper
I swear to God, these niggas be haters
They be hatin’, I feel out the vapors

Live in cul-de-sac, gon’get that lawn, ooh

Right with my neighbors
Diamonds on my neck and Rollie on
Now, Atlanta got all different flavors
Hit that bitch, I’m with my Life Savers
Ooh, feel like Darth Vader
Ooh, I’m a boss, so you know I might Wraith you
Ooh, Raf in my basement
Yeah, pass the gas
Bet you know that I’m gon’ face it
Wait, that’s the reason that they mad
‘Cause Lil Uzi, yeah, he made it
Yeah, I wore that Raf ‘fore I made it
Yeah, I wore that Raf ‘fore I made it
Yeah, got that Raf all in my basement
Yeah, fuck these bitches once they got patience
Yeah, fuck these bitches once ‘cause I’m famous

Yeah, put my side bitch in Marc Jacobs
Ayy, makin’ them plays with my label
I get it, I count it, hundred on my table

Frank Ocean
We gon’ need a bigger table though
Need some cable, tired of watchin’ basic
Wouldn’t sign ya if I had a label
That designer on a nigga label fuego

Down the bottle, still under the limit
I could buy your bitch just off my debit
I could buy her, not fuck up my credit

Ain’t no executives flexin’my blessings

Ain’t no middleman cut in my blessings
I got all of this flick for the Lord’s worship

You ain’t slammin’, got the Asperger’s

I’ma drag that nigga, he deserve it

I’ma read his ass like a La Beija

Anna Wintour cool with my mama

And it’s wointer fool, need a bomber

Plate of ravioli at Obama’s right right right
(Can’t you see I’m eating what’s poppin?)
Mix the ravioli, stuffed with diamonds, right, right?
(We don’t have the same problems)
I get Raf Simons ‘cause I’m gifted
That means sometimes I get it and don’t even want
Give Raf Simons when I’m giftin’
That means sometimes I give it, you know that you want it


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×