05.06.2018 / Cultura pop / por

Festa com fogueira, bipolaridade, novo merch, plágio e mais sobre o novo álbum de Kanye West

Festa de lançamento de ye, novo álbum de Kanye West / Reprodução
Festa de lançamento de ye, novo álbum de Kanye West / Reprodução

Kanye West lançou seu novo álbum ye nesta semana e, claro, está causando. Após tuitar recentemente frases que demonstravam apoio às políticas do presidente Donald Trump, ele tem recebido críticas na mesma quantidade que recebe elogios. Muita gente prefere nem ouvir seu álbum enquanto outros falam que é preciso separar o artista do homem. Independente da visão política de Kanye e Kim (que também fez uma visita recente à Casa Branca), o disco rende pano pra manga, é notícia em meios de comunicação muito além da música e já é um dos mais baixados em apps como Apple Music e Spotify.

Kanye’s listening party was a MOVIE. 🔥

A post shared by Def Jam Recordings (@defjamrecords) on

Kanye fez como acontece com os desfiles de Cruise e Pre Fall. Colocou os convidados em um avião direto para uma fazenda em Jackson Hole, em Wyoming, um lugar conhecido por sua beleza natural. As centenas de convidados incluíam jornalistas, personalidades da indústria da música e celebridades como Pusha-T e Chris Rock, que se juntaram em torno de uma fogueira enquanto as sete músicas do novo álbum eram ouvidas através de caixas de som empilhadas.

Ye. Segundo Kanye, a palavra significa você. “Eu sou você, eu sou nós”, diz.

Download. O álbum está disponível no Tidal, Apple Music e Spotify e tem participação de Nicki Minaj, Ty Dolla $ign e Kid Cudi.kanye-west

Na capa, sobre a paisagem do sol desaparecendo por trás de montanhas cobertas de neve, lemos a frase “I hate being Bi-Polar/ Its awesome”, dando dois sentidos para a condição de bipolaridade. A frase é vista em camisetas ou ímãs de geladeira em mercados de pulga como o de Camden Town, então é algo que pode ser reconhecido pelos fãs também.

Segundo Kim Kardashian contou no Twitter, o próprio Kanye tirou a foto que está na capa com seu iPhone, quando estava indo para a festa de lançamento que fez em Wyoming.my-ye-cover

Faça sua própria capa. O álbum já inspirou centenas de outras capas (e memes) feitas por fãs e haters. O artista Yung Jake e o desenvolvedor Tim Bauman criaram o aplicativo Yenerator, que permite aos usuários adicionarem sua própria frase sobre a foto da capa. É só clicar aqui e se divertir.

kanye-west-wyoming-merch

Merch power. O moletom laranja e as camisetas estampadas (quase hippies) que vemos Kanye e Kim usando na festa de Wyoming foi colocada à venda no site de Kanye West logo após a festa e vendeu US$ 500 mil em peças em apenas meia hora. Os preços vão de 60 a 140 dólares.

Bipolar? Kanye revelou em uma entrevista (assista abaixo) com o radialista Big Boywhich que ele foi recentemente diagnosticado com uma condição mental aos 40 anos. Enquanto ele não forneceu mais informações sobre que condição é essa, muitos pensam ser a bipolaridade por conta da capa do álbum. O cantor disse que a música é uma saída pra ele e que ela tem uma influência positiva em sua saúde mental. Porém, seu ponto de vista sobre sua saúde e o recente diagnóstico é positivo. “Não é uma incapacidade, é um super poder”, ele disse. Taí a melhor tradução da capa do álbum.

Cópia. West também está sendo acusado de plágio, usando samples sem a devida permissão. Bill Kouligas, presidente do selo alemão PAN, diz que ele usou um sample de “Fr3sh“, uma música do artista Kareem Lotfy, na faixa de abertura do álbum “I Thought About Killing You”. “Infelizmente é mais um caso de um artista que capitaliza em cima da cultura sem ideias originais, o que significa que estamos todos trabalhando para ele, o mais narcisista de todos”, disse ao Pitchfork. No Twitter, Kouligas disse que ninguém da gravadora de Kanye pediu a permissão para usar a faixa – ela aparece na compilação de ambient da PAN, Mono No Aware, lançada em fevereiro de 2017. Kanye West ainda não negou nem confirmou oficialmente.


Relacionadas


Veja Também