02.02.2018 / Cultura pop / por

Hick Duarte fala sobre o videoclipe Então Vai, que dirigiu para Pabllo Vittar

Pabllo Vittar e o casting do clipe de Então Vai / Hick Duarte
Pabllo Vittar e o casting do clipe de Então Vai / Hick Duarte

O fotógrafo Hick Duarte, colaborador assíduo da revista FFW, dirigiu o videoclipe Então Vai, de Pabllo Vittar, do álbum Vai Passar Mal (2017) . O clipe saiu na sexta (02.02) e foi gravado em Guaratiba, no Rio de Janeiro, mesclando as estéticas analógica e digital, em uma produção, cheia de encontros, corpos, sexualidades e gêneros.  O produtor Diplo, que trabalha com nomes como Madonna e Beyoncé, produz a faixa e participa do video. Só no primeiro dia, o clipe já contava com quase 300 mil views no YouTube.

Hick e Pabllo se conhecem de outros Carnavais – o fotógrafo é de Uberlândia, onde Pabllo morou por um tempo e frequentava as festas em que Hick discotecava. “Conheço ela desde 2012. Quando ela foi ‘descoberta’ estava morando lá e ia nas minhas festas. Ela tinha outro nome antes, outra ideia de tudo, mas já estava no começo da carreira, dançando e cantando. A gente tinha uma relação, só que bem mais tímida. Eu via o que ela fazia, ela via o que eu fazia…”, conta Hick.

Quem fez a ponte pro clipe foi Yan Hayashi, manager de Pabllo e também uma das primeiras pessoas que incentivaram Hick a fotografar. “Tudo aconteceu no momento certo, ela me deu toda a liberdade criativa e deixou a história na nossa mão”, diz. “Essa é uma das minhas músicas preferidas do álbum. Tem um pouco de rasteirinha, que é um gênero que deriva do funk, tem um pouco de dance hall. Tentei imaginar um universo visual assim, meio uma relação com o Rio, meio Jamaica e encontramos esse lugar, Vila Guaratiba, que fica depois da Barra, bem afastado, mas é onde o rio encontra o mar. O clipe mostra esses encontros, histórias que ficam implícitas na narrativa, mas de forma bem leve e solar”.

O casting é um dos pontos altos do video. Tem os casais que são personagens chave (os que se beijam no final), mas os outros participantes são da própria comunidade de Guaratiba. “Dois dias antes de gravar, a gente fez um mapeamento das locações e um casting local. Envolvemos os jovens de lá, foi bem especial e orgânico”.

Pabllo e Diplo / Hick Duarte
Pabllo e Diplo / Hick Duarte

E por fim, o tal do beijo entre Pabllo e Diplo, que ganhou as manchetes no dia do lançamento… “Diplo estava super disposto, já sabia da cena do beijo e estava empenhado em fazer o melhor”, conta Hick.  “Como ele produziu a música, imaginamos que seria interessante ter a participação dele, mas nunca o quisemos como protagonista porque tem mais gente envolvida e a ideia era que ele fosse parte de um dos casais.  Diplo gosta muito da Pabllo, gosta do Rio, adorou o clipe, aprovou de primeira, não teve nenhuma complicação”.

O figurino usado pela Pabllo no clipe é um body feito por ele em colaboração com a C&A e já está disponível no e-commerce da marca e nas lojas da Rua Augusta e Shopping Iguatemi.

Hick resume o impacto que a cantora causa em cena: “ela brilha muito, é impressionante”. Pabllo nasceu pra ser estrela e estrela se tornou.


Relacionadas


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×