A história trágica da família Gucci, que vai virar filme estrelado por Lady GaGa

Adam Driver (como Maurizio Gucci) e Lady Gaga (como Patrizia Reggiani). divulgação
Adam Driver (como Maurizio Gucci) e Lady Gaga (como Patrizia Reggiani). divulgação

Você provavelmente já deve ter visto no nosso Instagram a imagem de Lady GaGa em Roma, caracterizada para gravar o filme “House of Gucci” na última semana. Agora acabam de surgir mais imagens de GaGa como Patrizia Reggiani, ao lado do ator Adam Driver que, por sua vez, interpretará Maurizio Gucci – herdeiro da Maison e neto de Guccio Gucci – nas telas. bgus_2079096_001

Lady Gaga, como Patrizia Gucci em Roma. Foto: reprodução

Além dos dois nomes de peso, a produção ainda conta com Jared Leto, Robert de Niro, Jack Huston, Reeve Carvey, Al Pacino e tem direção do peso pesado Ridley Scott, de Gladiador. A produção deve estrear em 24 de novembro deste ano, e conta a história do assassinato de Maurizio Gucci, a mandato de sua própria esposa (interpretada por Lady GaGa no filme), após, supostamente, descobrir de sua infidelidade. 

O roteiro de Ridley Scott foi baseado no livro “Casa Gucci: Uma História de Glamour, Cobiça, Loucura e Morte”, da jornalista Sara Gay Forden.

O que de fato aconteceu

Se você ficou curioso e ainda não conhece a história desse crime trágico, não se preocupe, nós te contamos aqui:  47834_maurizio-e-patrizia

o casal Maurizio e Patrizia reggiani antes da separação

Em 1995, o assassinato de Maurizio Gucci, herdeiro da maison italiana, chocou a Itália e o mundo. Maurizio, neto do criador da grife, Guccio Gucci, foi assassinado a tiros em seu próprio escritório por Benedetto Ceraulo, um assassino de aluguel, que acabou sendo condenado à prisão perpétua. 

Um pouco depois, seria descoberto que a mandante do crime foi sua própria esposa, Patrizia Reggiani que foi condenada à uma sentença de 26 anos de prisão (reduzida para 17) e já cumprida. Hoje ela vive em liberdade. 

O casamento desaprovado pela família Gucci

Patrizia saindo da prisão após cumprir 17 anos de pena
Patrizia saindo da prisão após cumprir 17 anos de pena

Maurizio e Patrizia se casaram em 1972, para o desgosto da família que desaprovava a união por Patrizia Reggiani ser filha de uma lavadeira e ela era tratada dentro da família como a Vedova Nera (viúva negra) da Gucci. O casal teve duas filhas, Allegra e Alessandra, e permaneceu junto por 15 anos, enquanto um casal modelo italiano, até 1987. Com a separação, Patrizia teve de abrir mão da vida de luxo que tinha ao lado do empresário. 

Maurizio Gucci foi então assassinado em 1995. O motivo do crime até hoje é nebuloso apesar de muitos apontarem que Reggiani ficou furiosa quado ao se recuperar de um estado médico crítico, teria descoberto que o ex-marido estava morando com outra mulher. 

Patrizia Reggiani admitiu o crime mas nunca revelou sua motivação e ainda disse que nunca irá revelar fazendo o mistério em torno dessa história digna de ficção permanecer vivo e agora ser contado por Hollywood. Outras três pessoas também foram condenadas pelo crime, incluindo o motorista da fuga, Orazio Cicala (29 anos de prisão), Ivano Savioni (26 anos) e Pina Auriemma (25 anos de prisão), vidente e amiga de Patrizia Reggiani que, supostamente, a teria influenciado – ou chantageado – a cometer o crime. 

O assassinato aconteceu dois anos depois da venda da Gucci a Investcorp, em 1993.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×