Confira os destaques do terceiro dia de Casa de Criadores

Diego Gama convida Cia Sacana | Foto de Carlos Sales
Diego Gama convida Cia Sacana | Foto de Carlos Sales

diegogama convida Cia Sacana

Diego Gama convida Cia Sacana | Foto de Carlos Sales
Diego Gama convida Cia Sacana | Foto de Carlos Sales

Pindaúna é o nome de um espetáculo da Cia Sacana que tem figurino desenvolvido por Diegogama e apresentado durante o terceiro dia de Casa de Criadores. O figurino apresenta a versatilidade e trabalho do designer que extrapola os materiais têxteis para criar novas formas e texturas.

Mesmo tendo a vestimenta enquanto mídia de trabalho, diegogama nunca se limitou a materiais têxteis para o desenvolvimento de peças. Pelo contrário, a marca constantemente busca borrar as definições do que é roupa através de suas materialidades. 

Diego Gama convida Cia Sacana | Foto de Carlos Sales
Diego Gama convida Cia Sacana | Foto de Carlos Sales

KF Branding

Isaac Silva para KF Branding | Foto de Rikko Oliveira
Isaac Silva para KF Branding | Foto de Rikko Oliveira

A KF Branding se inspira em pessoas pretas transformadoras para a sua coleção, com participações especiais de Isaac Silva, Erika Hilton, MC Forlan e uma série de outras personalidades importantes para o empoderamento negro na contemporaneidade. A estilista Kell Ferey traz para esta coleção o dandismo negro, estamparias que remetem ao streetwear urbano e cores vibrantes.

Isaac Silva para KF Branding | Foto de Rikko Oliveira
Isaac Silva para KF Branding | Foto de Rikko Oliveira

Felipe Caprestano

Felipe Caprestano | Fotografia de Otávio Guarino
Felipe Caprestano | Fotografia de Otávio Guarino

Em sua estreia na Casa de Criadores, Felipe Caprestano, que se divide entre seu trabalho com figurino e artes visuais, apresenta sua pesquisa, que tem como interesse os estados transitórios da forma. Em colaboração com grande elenco formado por Manauara Clandestina Cindy Makena, Lux  Tenório, Marcelo Ferreira e Woolmay Mayden, Caprestano dá continuidade a sua pesquisa, dessa vez, dando rostos e corpas a essas manifestações. 

Felipe Caprestano | Fotografia de Otávio Guarino
Felipe Caprestano | Fotografia de Otávio Guarino

Shitsurei

Shitsurei | Fotografia: Renato Oliveira e Kaique Xavier
Shitsurei | Fotografia: Renato Oliveira e Kaique Xavier

Na sua apresentação na Casa de Criadores, Marcella Maiumi, estilista da Shitsurei conta, de forma folclórica, uma história bastante pessoal de sua família, a história de Kimiko. Em Kimiko and The Killer Tree – Kimiko e a árvore assassina, em tradução livre – a marca conta a história sua bisavó, que veio do Japão, ainda muita nova, fugindo de seu abusador e agressor, seu próprio avô.

Nunca tive uma versão factual do ocorrido,  então isso cercou a minha infância com ares de um conto de terror e foi dessa maneira que escolhi compor a coleção, ilustrando um conto que registra a trajetória de uma pessoa abusada, suas cicatrizes que nunca fecham e o desfecho que o silêncio causa.” conta a estilista. Maiumi ilustrou oito capítulos desse folclore pessoal, que estampam as costas das peças, todas pintadas à mão. 

Shitsurei | Fotografia: Renato Oliveira e Kaique Xavier
Shitsurei | Fotografia: Renato Oliveira e Kaique Xavier

Diego Fávaro

Diego Fávaro | Foto: Juarez Victor e Otávio Guarino
Diego Fávaro | Foto: Juarez Victor e Otávio Guarino

Diego Fávaro, já veterano da Casa de Criadores, apresentou ontem a coleção Tubulação, cuja ideia surgiu no período pós-pandêmico pesquisando sobre proteção e elevação de energia dentro das casas. “As coleções são desabafos do que sinto, e esta faz parte de um capitulo importante na minha jornada como artista e pessoa. É a busca pela felicidade, o encontro da escuridão em que vivi durante anos, com um futuro de luz, cheio de vontade e fôlego.” conta Diego.

img_2295

Ken-gá

Ken-gá | Foto de Leo Fagherazzi
Ken-gá | Foto de Leo Fagherazzi

A Ken-gá, marca que foca no popular, apresenta a segunda parte de uma trilogia, iniciada na última coleção, inspirada no Brás. Nessa apresentação, a Ken-gá se inspira nas Mandrakas, estilo fortemente associado à periferia e o funk e que ganhou muita visibilidade nos últimos tempos com uma trend no TikTok e diversas músicas que falam sobre o estilo.

Ken-gá | Foto de Leo Fagherazzi
Ken-gá | Foto de Leo Fagherazzi

Estúdio Traça

Estúdio Traça | Foto de Otavio Guarino
Estúdio Traça | Foto de Otavio Guarino

O estilista Gui Amorim, à frente do Estúdio Traça faz uma viagem aos anos 80 em busca de celebrar a vida, embalado pelos sintetizadores do reggamuffin, estilo musical derivado do reggae. Entre as garotas que frequentavam as festas de ragga, era comum hotpants , regatas amplas e blusas transparentes, que deixavam a mostra a lingerie.  Nos pés, botas altas até os joelhos, acessórios exuberantes como braceletes e anéis. Cabelos sempre com penteados, apliques, tranças e laces, tudo isso se uniu ao DNA sexy futurista da marca.

Estúdio Traça | Foto de Otavio Guarino
Estúdio Traça | Foto de Otavio Guarino

Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×