19.07.2018 / Moda / por

Criada por John Galliano e hit dos anos 2000, a Saddle Bag da Dior está de volta

Dior Saddle Bag, modelo da coleção de Inverno 19 / Cortesia Dior
Dior Saddle Bag, modelo da coleção de Inverno 19 / Cortesia Dior

Era 1999 e John Galliano apresentava seu desfile de Verão 2000 para a Dior, “uma carta de amor a Lauryn Hill”.  Naquela coleção nascia uma das bolsas mais icônicas da história da moda, a Saddle Bag. Desenhada em forma de uma sela de cavalo (saddle = sela), ela era usada pendurada no ombro e bem próxima ao corpo – seu formato parecia se encaixar perfeitamente.  Era o encontro do universo clássico e refinado da equitação com a logomania e a imaginação estilo sky is the limit de Galliano.

Alek Wek no desfile de Verão 2000 da Dior, lançamento da Saddle Bag / Reprodução
Alek Wek no desfile de Verão 2000 da Dior, lançamento da Saddle Bag / Reprodução

A Saddle foi produzida em centenas de padronagens, estampas, cores e em edições limitadas. Denim azul, em um cinza clássico com o logo replicado, baby pink, com estampa de papel de jornal e até de Bob Marley. Divertida e original, foi uma daquelas bolsas “must have” como não se faz mais hoje em dia.

Da passarela, ela caiu direto nos braços de Carrie Bradshaw em Sex and the City (terceira temporada) e logo era usada pelas celebridades da época – pense em Paris Hilton, Nicole Richie, Sienna Miller… Em pouquíssimo tempo, a bolsa era um forte termômetro de status.

Carry Bradshaw e sua Saddle, no modelo Amazon / Reprodução
Carry Bradshaw e sua Saddle / Reprodução
Angela Lindvall na campanha da Dior Verão 2001 fotografada por Nick Knight / Reprodução
Angela Lindvall na campanha da Dior Verão 2001 fotografada por Nick Knight / Reprodução

Em 2008 veio a crise, no início de 2011 John Galliano foi demitido da Dior e a bolsa parou de ser produzida. Mas seu status se manteve e alguns modelos eram procurados (e encontrados) em sites como ebay, vendidas como peça rara e de colecionador.

Mas a história não termina aí. De uns tempos pra cá, algumas celebridades foram vistas carregando suas versões vintage: Bella Hadid apareceu usando o modelo em jeans, Beyoncé foi fotografada com uma metalizada e Adwoa foi a um casamento usando uma da edição limitada linha Christian Dior Reggae.

Bella usando um modelo vintage da Saddle bag / Reprodução
Bella usando um modelo vintage da Saddle bag / Reprodução

O que acontece quando essas modelos/artistas/influenciadoras aparecem carregando uma Saddle bag retrô? Muitos de seus seguidores passam a buscar pela bolsa e acabam encontrando em sites como o Vestiaire Collective, uma plataforma de compra e venda de artigos de luxo que vende algumas versões a partir de US$ 180 (yes, baby).

No desfile de Inverno 2019, que aconteceu no final de fevereiro, Maria Grazia Chiuri, atual diretora criativa da Dior, trouxe a bolsa de volta à cena, com uma série de modelos que vão do simples couro preto a um belo trabalho de patchwork. O lançamento global que marca o retorno da Saddle Bag acontece nesta quinta (19.07) às 10h, com um lançamento oficial da Dior em suas mídias sociais – a Dior do shopping Cidade Jardim já está fazendo a pré-venda da bolsa.

Talvez essa “demanda” tenha criado a oferta, já que é difícil um estilista continuar uma peça icônica criada por outro designer. Ou simplesmente a Dior viu o potencial que existia ali e coube a Maria Grazia criar a sua versão para a Saddle Bag. Para algumas sortudas, a bolsa do momento pode estar logo ali, guardada no seu armário.


Relacionadas


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×