05.06.2018 / Moda / por

Designer Kate Spade é encontrada morta em seu apartamento em Nova York

A designer americana Kate Spade / Reprodução
A designer americana Kate Spade / Reprodução

Alguns acontecimentos ficam além da nossa compreensão, como o aparente suicídio da designer americana Kate Spade. Segundo sites de notícias, ela foi encontrada neste 5 de junho em seu apartamento, em Nova York, enforcada por um lenço. Kate, 55, teria deixado uma carta.

A marca que ficou conhecida por seus acessórios super coloridos e sempre com um toque fun, foi fundada por Kate e seu marido Andy Spade em 1993. Apenas três anos depois, eles já conseguiram abrir uma loja própria e só viram a empresa crescer nos anos seguintes a ponto de ser comprada pela Neiman Marcus em 1999 seis anos após ter sido lançada. A Neiman Marcus adquiriu 56% em 99 e os outros 44% em 2006. A partir de então, a grife cresceu ainda mais e passou a oferecer uma linha completa de acessórios, além de roupas e objetos para casa e de papelaria.

Em 2017, a marca foi comprada pela Coach por US$ 2.4 bilhões, mas Kate e o marido não viram nem um centavo desse dinheiro pois já haviam vendido 100% do negócio.

As coisas aconteceram muito rápido para Spade. Ela ganhou o prêmio de talento emergente no CFDA Awards em 1996 e como melhor designer de acessórios do ano em 1998. No ano seguinte, venderia sua marca.

Recentemente, a designer tentou voltar ao mercado com a marca de bolsas e sapatos de luxo Frances Valentine – Frances é o nome de sua filha de 13 anos.

Kate era formada em jornalismo e ficou seis anos trabalhando na revista Mademoiselle em Nova York antes de abrir sua própria marca, acreditando que havia um espaço para preencher no mercado.

A Kate Spade chegou a ter lojas no Brasil (na rua Bela Cintra, no aeroporto de Guarulhos, Pátio Higienópolis e JK Iguatemi em São Paulo, e Pátio Batel, em Curitiba) e deixou de operar no país em 2015.


Relacionadas


Veja Também