Estilista Alexandre Herchcovitch lança novo livro, "1:1"

Laços em dois momentos: desfile de Inverno 1997 e Verão 2015
Laços em dois momentos: desfile de Inverno 1997 e Verão 2015

 

Alexandre Herchcovitch lança mais um livro nesta quinta (24.09). Com o nome de “1:1”, ele mostra um novo recorte sobre seus 20 anos de trajetória através de perguntas de pessoas que convivem muito perto ou que acompanham seu trabalho. Participam com questões os stylists Mauricio Ianes e Marcio Banfi, o CEO do SPFW Paulo Borges, as editoras Erika Palomino e Susana Barbosa, os jornalistas André do Val, Luigi Torre, Jorge Wakabara e Eduardo Viveiros, a cliente e amiga Japa Girl, Charles Cosac, fundador da Cosac Naify, que publica o livro e seu braço direito de longa data, Daniel Raad.

Para a geração atual, o livro não apenas conta a história do estilista, mas também parte da história da moda no Brasil, como era a moda há 10, 20 anos, o jornalismo e a cobertura de desfiles, quem eram as modelos e até mesmo como a imprensa entendia (ou não) o trabalho de Alexandre.

Recheado de imagens históricas, referências icônicas, croquis e novas fotos feitas por Bob Wolfenson especialmente para a ocasião, este é o livro mais íntimo de Herchcovitch, onde mais entendemos sobre seus processos e sua forma de pensar.

A escritora Fernanda Young faz a abertura, Charles Cosac a introdução, o jornalista Álvaro Machado entra com comentários ao longo do livro e Camila Yahn faz os grifos em partes do texto de destaque.

Leia abaixo a entrevista com Herchcovitch, que falou com a gente na véspera do lançamento:

Quando você teve a ideia de fazer este livro e o que te inspirou começar esse projeto?

Tive a idéia um pouco antes de fazer 20 anos de carreira. A primeira dificuldade foi definir em que ano de fato completaria 20 anos. Seria quando eu fiz a primeira peça assinada, 1986 ? Seria quando eu me formei, 1993? Decidi então que seria quando a marca que leva meu nome foi registrada, 1993. O que mais me motivou foi meu próprio trabalho, as histórias que tenho em minha memória, as pessoas que se dedicaram a mim nestes anos todos e, por fim, a paixão que eu tenho por roupa.

 

livro alexandre herchcovitch 4
O vestido de latex em duas versões: à esquerda, no SPFW e à direita na semana de moda de Paris, ambos na temporada de Inverno 2004

E como foi o processo para achar um jeito novo de contar sua história?

Convidei 11 pessoas para fazer até cinco perguntas para mim. A partir destas perguntas e de minhas respostas, ilustrei o livro com a pesquisa de Daniel Raad, que trabalha comigo há 12 anos. Alguns assuntos ficaram de fora porque não foram citados pelas perguntas. Em alguns casos, como no capítulo das perguntas de Paulo Borges, resolvi ilustrar com acessórios. Inclui críticas e resenhas de jornais no capítulo das perguntas de Erika Palomino, onde abordamos a atual situação do jornalismo de moda e assim por diante.

Quanto tempo durou do começo ao fim?

Aproximadamente um ano e meio.

Alguma pergunta você achou mais dura ou difícil de responder?

A mais gostosa de responder foi a de Maurício Ianês quando ele pede para contar memórias do começo de tudo. Incluí minha mãe e nossas experiências juntos na resposta. A mais difícil de responder foi também do Maurício, quando ele pergunta o que tem hoje no meu trabalho que restou das influências do início da minha carreira.

O que a gente fica sabendo sobre o Alexandre Herchcovitch que não sabíamos antes?

Talvez o mais inédito seja a publicação de desenhos técnicos, o que nunca mostro. Destaco o incrível texto da amiga Fernanda Young, a única parte do livro com dados pessoais e os grifos de Camila Yahn, que destacou com maestria os melhores momentos do texto segundo ela.

O livro 1:1 está à venda nas livrarias do país por R$ 89.

Veja abaixo fotos de algumas das páginas do livro:

 

livro alexandre herchcovitch 7
Desfile masculino de Inverno 2011
livro alexandre herchcovitch 2
Peças de latex no desfile de Verão 2004, desenvolvidas com o stylist Marcio Banfi

 

livro alexandre herchcovitch 3
Looks do desfile de formatura de Alexandre na Santa Marcelina, em novembro de 1993, que já tinha Johnny Luxo no casting

 

livro alexandre herchcovitch
Foto de sua mãe, Regina Herchcovitch, em 1988, que mostra de onde vem a inspiração dos laços que aparecem no trabalho do estilista

Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×