25.03.2020 / Moda / por

@fashion.biologique: o perfil do Instagram que você precisa conhecer

Um dos perfis mais geniais no Instagram atualmente, o @fashion.biologique foi lançado há apenas dois meses por Jill Sherman e virou aquele feed que você quer sempre entrar em busca de atualizações.

O Fashion Biologique surgiu comparando roupas da passarela de diversas marcas com motivos presentes na fauna do nosso planeta. E coincidência ou não, o resultado é impressionante, como vocês podem ver em algumas das imagens que selecionamos acima. As imagens vêm acompanhadas de legendas com informações sobre a criatura.

Jill trabalha com propaganda, mas sempre teve paixão por ciências e moda, além de grande memória para formas, texturas e padronagens. “Quase consigo ver instantaneamente as influências naturais enquanto assisto a um desfile”, conta ao FFW em um papo pelo DM do Instagram. “E enquanto algumas são provavelmente apenas belas coincidências, é divertido pensar que a natureza desempenhou um papel. Há tanta inspiração no mundo natural que a maioria das pessoas simplesmente não está ciente. E a moda é um daqueles lugares em que você costuma ver a biologia e a arte se fundirem em perfeita harmonia”.

Ela começou a comparar moda e natureza em 2008 quando escrevia o blog Trend de la Creme, mas parou suas pesquisas e o blog após uma longa doença em 2012. “Mas a criatividade tem uma maneira de roer você, então decidi começar de novo no mês passado, só que esta vez no Instagram”.

Ela também conta que quando tinha 10 anos, seu pai desconectou a televisão e jogou no lixo, reclamando que eles estavam virando zumbis. Ela então mergulhou na coleção da Enciclopédia Britannica e foi aguçando seu interesse por ciências e o mundo natural. Daí surgiu a inspiração para a frase de sua bio, “My father took my Vogue away, so I read the encyclopedia instead”.

Jill passa muito tempo assistindo a desfiles e vendo livros livros de looks e logo quando vê algo que remete a uma influência natural, como um inseto, peixe ou flor, ela salva. “A maior parte do meu trabalho é feita online, mas tenho alguns livros que uso como referência. Meus favoritos são os Guias de Campo da National Geographic e os Dorling Kindersley Handbooks.

Foi com a ajuda do belga Walter van Beirendonck e da Rodarte que seu perfil tornou-se conhecido da nata da moda. “Tive a sorte do Walter ver minhas comparações de aranhas e compartilhá-las em seu Instagram. Rodarte também compartilhou um dos meus posts”, conta.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×