29.08.2018 / Moda / por

Novo capítulo na Nina Ricci com Rushemy Botter e Lisi Herrebrugh como diretores criativos

O duo Rushemy Botter And Lisi Herrebrugh, novos diretores criativos da Nina Ricci / Reprodução
O duo Rushemy Botter And Lisi Herrebrugh, novos diretores criativos da Nina Ricci / Reprodução

Vencedores no Festival de Hyères deste ano, os designers Rushemy Botter e Lisi Herrebrugh foram anunciados os novos diretores criativos da marca Nina Ricci.

A dupla está por trás da marca masculina Botter, que não apenas ganhou o principal prêmio em Hyères, mas também era finalista do LVMH Prize. Com os olhares da indústria em cima, eles acabaram atraindo o interesse de muitas marcas grandes.

Segundo José Manuel Albesa, presidente de mercas, mercados e operações do grupo Puig, dono da Nina Ricci, Botter e Herrebrugh ião adicionar um toque cool e contemporâneo à herança feminina da marca. “Eles fizeram alguns desenhos para mostrar sua visão para a grife e eu fiquei muito impressionado porque não era uma evolução, era uma revolução”, disse ao WWD. Ele caracterizou o trabalho da dupla como poético e divertido e os chamou de mestre das cores. “Eles têm esse joie de vivre característico do Caribe, que é muito apropriado para a marca e extremamente apropriado para os tempos atuais”.

Rushemy e Lisi cresceram nas ilhas de Curaçao e República Dominicana, respectivamente, e estavam até então baseados na Antuérpia, Bélgica. Eles agora mudam-se para Paris onde começam a trabalhar já na coleção de Pre-Fall 2019. Seu primeiro desfile será em março na temporada de Inverno 19, durante a semana de moda de Paris. O trabalho com a Botter continua. “Queremos criar um novo espírito para a Nina Ricci, um espírito do nosso tempo, sem esforço, porém sofisticado; forte, mas positivo”, disseram em um comunicado para a imprensa.

A gerente geral de moda e fragrância da Nina Ricci, Charlotte Tasset, também só tem elogios para os novos estilistas da casa: “seu espírito criativo único fará nascer uma nova mulher para a marca”.

Imagem da marca Botter / Reprodução
Imagem da marca Botter / Reprodução

Botter é praticamente um recém graduado – formou-se pela Royal Academy of Fine Arts da Antuérpia em 2017 e sua a marca ganhou prêmios logo na primeira coleção na Bélgica, como o Ann Demeulemeester Award e o Dries van Noten Award. Sem medo de correr riscos, a dupla gosta de fazer roupas e apresentações que emocionam; entre suas inspirações estão os desfiles de John Galliano no início dos anos 2000. “Eram espetaculares, malucos. É disso que sentimos falta”, disse Botter à revista Sleek.

“Quando algo nos deixa acordados à noite, queremos abordar esse assunto através de nosso trabalho”, diz Lisi. No momento, o assunto se relaciona aos problemas que os imigrantes enfrentam, como preconceito e descriminação, além da preocupação com os oceanos que estão se enchendo de plástico e afetando a vida nativa nas ilhas do Caribe. “Queremos inspirar mudança positiva, encorajar as pessoas a abrirem seus olhos. Isso é quem somos e como fomos criados”.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×