24.09.2020 / Moda / por

O Estado da Moda 6 Meses Depois, por Raquel Davidowicz, da Uma

raquel davidowicz em seu ateliê de criação
raquel davidowicz em seu ateliê de criação

 

Este conteúdo é parte da serie de entrevistas “O Estado da Moda, 6 Meses Depois”. Durante o mês de setembro vamos conversar com os personagens da moda brasileira (diretores criativos, estilistas, criadores de imagem, empresários) para entender a visão de cada um sobre o momento atual e sobre o futuro da moda, seu passado recente e o que funciona e o que não funciona mais. Que essas conversas possam apontar caminhos.

___________________________________________________________

 

Raquel Davidowicz é diretora criativa e fundadora da Uma.

 

Quando a pandemia começou, em março…

Estávamos nos preparando para o lançamento de uma nova linha dentro da Uma, a Uma X, com peças genderless feitas a partir de processos sustentáveis e informação estética para um público mais jovem.

O que mudou nesses 6 meses

Reduzimos o tamanho da nova coleção, aderimos a um novo calendário e lançamos a venda do atacado no formato digital, com pouquíssimos clientes fazendo pedidos presenciais. Eu e minha equipe começamos um projeto de upcycling, onde trabalhamos em cima de peças do nosso acervo (cada um de sua casa) e criamos novos modelos. Todos estão à venda nas nossas lojas e no e-commerce.

Parte da equipe trabalhou em homeoffice e aqueles que vinham trabalhar no escritório, principalmente na operação do e-commerce, receberam um kit de higiene pessoal, obedecendo os protocolos de distanciamento social. E na metade de julho, lançamos a Uma X digitalmente, adaptando nossas estratégias de marketing, com eventos digitais e engajamento jovem online.

Sobre pensar em desistir ou mudar completamente tudo

Não. Mudamos nossa rotina, mas seguimos nosso trabalho.

Sobre os impactos das questões raciais, socioambientais e socioculturais mais urgentes 

Sempre nos preocupamos em sermos inclusivos e respeitos com todo o processo de criação e produção das nossas coleções, e durante o último ano e meio, a equipe estava muito engajada com sustentabilidade com a concepção da Uma X.

Sobre os planos de curto prazo

Tenho trabalhado parte on-line, e presencialmente estou tomando todas as medidas de proteção.

Os planos a curto prazo são dar continuidade ao meu trabalho, otimizar as coleções e seguir em frente. 

Como você vê futuro da criação de moda?

Acho que será mais focado, com menos desperdício material e financeiro.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×