Por um fio: recortes estratégicos e fios soltos criam tendência ultrassexy

Por Mariáh Cidral e Lucas Assunção

Todo protagonista tem um antagonista. Na contramão das peças confortáveis para ficar em casa, que aquecem e cobrem o corpo todo como proteção , uma nova microtendência tem ganhado cada vez mais força: a de roupas ultrassexy construídas por recortes de tecidos tensionados e conectados por um fio, literalmente, a ponto de arrebentar. Se você estiver se perguntando onde você usaria uma peça assim, não deve te surpreender que as maiores adeptas dessa tendência tem sido as estrelas do pop, que já apareceram com vestidos e catsuits justíssimos com diversos recortes estratégicos, colados ao corpo. A imagem é divertida, sexy e abusada.Rui Zhao/Reprodução Instagram

LOOK DA RUI, DA DESIGNER RUI ZHOU

Reforçando a ideia de body-positive, essas roupas também são apreciadas por mulheres gordas e modelos plus-size e os recortes aparecem como uma valorização do próprio corpo e uma ode à sensualidade e, porque não, à sexualidade. Rui, da designer chinesa Rui Zhou e Isa Boulder, da Indonésia são algumas das estilistas que tem essa estética como forte identidade de suas marcas. Aqui no Brasil já pudemos ver a tendência no trabalho do estilista Fernando Cozendey.img_3100

look da rui, da designer rui zhou

Os recortes são sobrepostos, cruzados, esticados e ligados uns aos outros com fios de pouca espessura, em uma imagem que lembra peças de lingerie como da marca Nensi Dojaka. Essa microtendência também bebe da mesma fonte dos looks de upcycling e rework, à medida que lembram retalhos de roupas ligados uns a outros para formar novas imagens de moda. img_3103

look da Nensi Dojaka

Possivelmente, parte dessa tendência surge daí mesmo, da necessidade de juntar retalhos não necessariamente uniformes, que formam novas silhuetas e cut-outs inusitados, como as peças da Mata Complex e da Asai. img_3093

look da Mata Complex

As marcas independentes e os criativos mais disruptivos com certeza encabeçam essa microtendência, mas reinterpretações dessa estética já começam a ser vistas em marcas mainstream como a Mugler, e poderiam influenciar os caminhos da moda praia, quem sabe aqui no Brasil. Sabrina Sato e Anitta já aderiram.

Veja mais celebridades e designers na galeria no topo da página.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×