Rider lança modelo em collab com Projeto Ponto Firme

foto por helena yoshioka
foto por helena yoshioka

Criado por Gustavo Silvestre, o Projeto Ponto Firme busca reinserir socialmente detentos e egressos do sistema prisional através da moda. Já veterano da SPFW e com diversas coleções apresentadas, o projeto chamou atenção da Rider, que se uniu ao estilista para uma colaboração como parte das ações de comemoração de 35 anos da marca de calçados.

foto por helena yoshioka
Foto: Helena Voshioka / Cortesia

“O tema também passa pelo impacto social. Ficamos lisonjeados de fortalecer a nossa parceria, através da collab com o Ponto Firme que tem um propósito social nobre e que vem de encontro aos valores da Rider. Conseguimos ter uma contribuição social também”, diz Alexandre Rei, o executivo de marketing da Grendene, marca mãe da Rider.

O resultado foi a releitura da papete NX e que traz como linguagem e diferencial o crochê, técnica de expertise do Ponto Firme. Parte do cabedal da papete NX foi produzida artesanalmente pelos participantes do projeto.

11830ab60310

Os produtos da collab são modelos da família R4, que possuem menor impacto ambiental, com sola com até 30% de conteúdo reciclado, tecido do cabedal de PET reciclado e palmilha feita com EVA biobased, matéria-prima renovável, original da cana-de-açúcar, e que contém 20,3% de carbono renovável. As papetes NX são produzidas com 1,1 garrafas PET de 500ml reciclada, além de baixa emissão de carbono (1,79 kg de CO2 por par).

O modelo da papete NX será vendido por R$ 239 no e-commerce da Rider. Os participantes pela produção dos calçados são remunerados pela marca esportiva, que também arca com toda a cadeia produtiva do projeto e apoio criativo, além de fornecer apoio financeiro para o desfile que promovem.

 


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×