15.10.2019 / Moda / por

Top 5: as conquistas das marcas participantes celebradas em novo shooting

O projeto Top 5 encerra mais um ciclo após ter acompanhado cinco marcas vindas de diferentes partes do Brasil e que representam não apenas estilos diversos, mas também tamanhos de empresa e formatos de negócio.

As grifes Borana ((Espírito Santo), Kalline (Santa Catarina), Karine Fouvry (Rio),  Led Minas Gerais) e Vankoke (Rio Grande do Norte) passaram por uma mentoria com profissionais da área de marketing e produto e puderam fazer um mergulho para dentro de seu negócio, num processo intenso e transformador.  “Na mentoria de marketing discutimos muito posicionamento, para que todas as marcas entendessem e assumissem o posicionamento do seu negócio. Muitas questões foram investigadas, pensamos nas estratégias de comunicação, olhamos para como cada uma delas se relaciona com a mídia… E tudo isso acelerado pelo SPFW, o que é muito legal, pois o evento exige essas respostas e o resultado nós também vemos nos desfiles”, diz Márcia Matsuno, especialista em marketing e branding que fez uma consultoria para as grifes participantes.

Para a consultora Olivia Merquior, que cuidou dos processos relacionados ao design e produto“o Projeto Top 5 é um importante acelerador para o desenvolvimento de marcas muitas vezes já consolidadas no mercado comercial. Com as mentorias, os empresários têm a possibilidade de expandir seus negócios de forma exponencial não apenas pela visibilidade da SPFW, mas pela oportunidade de poder experimentar novos métodos criativos em um ambiente seguro pela troca com um grupo de profissionais renomados no mercado nacional”.

Assim, cada um dos participantes teve um aproveitamento que resultou em muitas mudanças internas e novas conquistas.”O grande diferencial do Top 5 é trabalhar empresas já estruturadas pelo Brasil e transformá-las, no sentido de design de produto, marca e posicionamento. Atuamos de forma consistente trazendo um benefício direto para cada uma delas”, diz Clarissa Guimarães, gestora do projeto.

A capixaba Borana, por exemplo, que já desfrutava de sucesso comercial, acabou chegando a um lugar onde ainda não se imaginava. “Foi a melhor experiência que já tive. Estar no SPFW sempre foi um sonho, mas era apenas um sonho muito distante”, diz a fundadora e diretora criativa Patiara Aguiar. “Agora tenho um outro tipo de visão e vejo uma grande evolução entre o primeiro e o quarto desfile. Descobri outras maneiras e técnicas de criar para a moda praia e ainda tivemos a oportunidade de ir para a Premiére Vision”. Aliás, foi dentro do táxi a caminho para a feira em Paris que Patyara recebeu o email de que havia vencido o Top 5. “A gente se emocionou muito, foi um momento maravilhoso”.

No momento na nossa conversa, Patiara estava embarcando para a China fazer seu primeiro desfile internacional, à convite da ABIT. A marca também abriu novos pontos de venda no Espírito Santo e está construindo uma nova fábrica para aumentar e melhorar sua estrutura. A grife também ficou conhecida por celebridades como Anitta, Iza, Deborah Secco e Giovanna Ewbank, o que Patiara credita a sua participação no projeto. “Por estarmos no Espírito Santo, às vezes não alcançamos tanto. Então esse trabalho foi uma vitrine pra gente, nos deu visibilidade e trouxe crescimento”, diz.captura-de-tela-2019-10-14-as-19-03-30

Led e Borana

Já a Led, de Célio Dias, teve outra experiência. Sua marca é a menor entre as participantes e Célio também o mais jovem. “Dentro do projeto, a Led era marca com menos recursos, mas isso não impediu de conseguir fazer as coisas que acreditava porque serviu como impulso”, comenta. Portanto, o projeto serviu para que ele amadurecesse enquanto profissional enquanto negócio. “Ter esse suporte foi maravilhoso porque colocou a Led em outro patamar de conhecimento nacional e internacional” – Célio viajou para Milão para participar do evento Super Talents, a Vogue. Ele destaca também como o processo gerou uma potência para seu discurso. “Essa foi uma das coisas mais importantes. Foi um desafio pra mim, como designer, talvez o maior da minha vida, mas também primordial pra eu construir minha história com a Led. Olho o Celio de dois anos atrás e vejo o quanto eu cresci”.

Por ser um designer sempre muito mais ligado a prática criativa, ele também se beneficiou muito do outro lado da história – o de empreendedor. “Foi um processo muito rico no sentido de executar e gerir um negócio. Comecei a ter uma noção que não tinha antes. Vejo o quanto eu tô mais cansado hoje (risos). Mas vejo claramente o quanto eu cresci, amadureci e meu produto se desenvolveu”.

Karine Fouvry menciona ainda outro ponto. A presença no Top 5 também a colocou em contato com profissionais respeitados do ramo, que analisaram seu trabalho e trouxeram, pela primeira vez, um feedback não comercial sobre seu design, posicionamento e estratégia. “Isso nos permitiu reconstruir nossa imagem e focar num posicionamento mais claro. Os desfiles forçaram a marca a ter uma coerência dentro de uma coleção e produzir uma história visual forte dentro de um prazo”.

Durante esse período, Karine tornou sua marca mais conhecida, lançou um e-commerce e fechou uma parceria com a artista Margareth Menezes para vesti-la a longo prazo. “O objetivo agora é ficar menos dependente financeiramente de multimarcas de luxo e lidar com nossas clientes finais diretamente”, revela Karine.

Eduardo Rizzoto, da Kalline, também passou a vender em multimarcas de luxo. A empresa fundada por sua família há quase 30 anos sempre foi um nome forte no segmento de couro, mas não arriscava no design. A solução que Eduardo encontrou foi criar outra marca dentro da empresa, a Studio Kalline, que valoriza os produtos autorais. “Passei a acreditar ainda mais no potencial criativo e produtivo do nosso país e vejo que nossa empresa tem know-how suficiente para atender o mercado nacional”, diz Rizzoto. “Foi uma experiência muito engrandecedora onde tivemos a oportunidade de enxergar nosso negócio de forma diferente e repensar nossa estratégia”.

Studio Kalline e Karine Fouvry
À esquerda Studio Kalline;  à direita Karine Fouvry

A Kalline fez até uma colaboração com a À La Garçonne, uma série de três produtos inspirados na clássica jaqueta perfecto, o que também abriu espaço para outras ideias em seu trabalho. “Desejo buscar uma parceria com um arquiteto ou designer de mobiliário. Sempre me encantei por esse assunto e acho que dá para fazer coisas muito bacanas juntos”.

Por fim, a Vankoke, de Patricia Medeiros, conta que um dos pontos mais positivos foi ganhar uma visibilidade nacional. “Já que somos uma empresa regional, essa visão de mercado que ganhamos foi muito interessante e passamos a atender outros mercados. Outra mudança foi o olhar mais criterioso, cuidadoso, para manter o nível de qualidade que conquistamos”, conta.

Patricia diz que sair da zona de conforto foi importante e que fez a marca crescer. “Vamos fazer um maior investimento no próximo ano e já compramos um estudio pra fazer nossas fotos. Imagine se eu tivesse uma nova oportunidade com o conhecimento que tenho hoje, sabendo como funciona toda essa estrutura e o que esperam da gente… Seria muito melhor. Quando começamos, eu tinha total insegurança. Hoje nós temos segurança. Pena que acabou”.

Porém, todo fim é também o nascimento de outra coisa, então, para celebrar essas cinco marcas e suas conquistas, o Sebrae e o Inmod juntaram-se ao FFW para a produção deste ensaio com fotos de Gabriela Schmidt e styling de Daniel Ueda que você pode ver na galeria de abertura.

Sobre o Convênio Contextualizar na Moda

O TOP Five integra o convênio Contextualizar na Moda III, firmado entre o Sebrae e o Instituto Nacional de Moda e Design (IN-MOD), que tem a finalidade de inserir as micro e pequenas empresas brasileiras no mercado de alto valor agregado da moda, oferecendo oportunidades para as empresas descobrirem como se tornar mais competitivas e rentáveis, inspirando e fomentando a inovação e o design no Brasil e disseminando este conhecimento para os negócios.

FICHA TÉCNICA 

Foto: Gabriela Schmidt

Direção de arte: Marcelo Jarosz

Stylist: Daniel Ueda

Beleza: Silvio Giorgio (capa mgt)

Produção de moda: Manu Fiaes

Diretor de casting: Ed Benini

Produção executiva: Ed Benini

Camareira: Jaçi (camarim sp)

Assistente de Beleza: Anderson Ayres / Angélica Moraes (com produtos Nars e Guerlain)

Modelos:

Ariel  (Joy)
Sarah Dauher (Joy)
Savannah (Mega)
Juliana Alírio (Mega)
Josana (Mega)
Byanca Lima  (Mega)
Milena Golfetto (Mega)
Naja Canet (Just)
Marcela Thomé (Prime)

 


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×