07.06.2019 / Moda / por

Verão 2020: Tudo o que aconteceu no desfile masculino da Prada na China

pradauomoss20_show-parade_01

O espaço por fora

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

O desfile aconteceu num antigo depósito de trigo e grãos de 80.000 toneladas, o Silo Hall de Minsheng Wharf, em Xangai, China. Ele é também um dos maiores silos da Ásia e lembrete do patrimônio industrial, um monumento não intencional. O escritório de arquitetura AMO projetou uma instalação que amplifica sua monumentalidade industrial e crueza. Do lado de fora, o prédio é iluminado pelas cores que vemos na coleção. basicamente, a concepção de “decoração” deste desfile é um inteligente e incrível uso da luz.

+ Veja a coleção completa aqui

E o espaço por dentro

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

A arquitetura colossal e labiríntica da câmara é aumentada com um corte linear de passarela através do eixo longitudinal do espaço. Um arranjo de luzes neon delineia a linguagem industrial do salão e os modelos caminham por uma trilha que se expande até onde os olhos podem ver, quase desaparecendo na imensa arquitetura de luz.

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

Coleção

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

A coleção fala muito de otimismo, confiança, positividade e prazer. No release oficial da marca enviado para a imprensa, essas palavras aparecem com frequência. Certamente o mundo – e a moda – precisam de otimismo, de enxergar outras e novas possibilidades e explorar de outras maneiras o significado das roupas. É com esse espírito que a Prada mostra seu desfile masculino para o Verão 2020, descontextualizando alguns clássicos e mexendo nas proporções e comprimentos.

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

É uma coleção forte em tops, jaquetas e bolsas, há muitas e boas opções e combinações cujo sucesso é potencializado pela combinação cromática, uma das mais bonitas da Prada em tempos. É solar e vivo ao mesmo tempo que suave e neutro, um equilíbrio difícil de se conquistar.

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

A ideia de exploração e pioneirismo é mostrada através de uma série de uniformes cáqui com emblemas e patches.

Estampas

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

E símbolos de tecnologia lo-fi – fitas cassete e câmeras de vídeo – são as estampas da temporada e que certamente iremos ver muito por aí, tanto no original quanto nas cópias.

Bolsas utilitárias

Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Foto: Cortesia
Foto: Cortesia

Há muitas opções de bolsas, das mais clássicas às esportivas, que vem acopladas no corpo em uma cartela de cores eficiente, diversa e que interage com a roupa.

Performances

Performers após o desfile / Foto Zhijian Liu/Getty Images para Prada
Performers após o desfile / Foto Zhijian Liu/Getty Images para Prada

Após o desfile, os convidados tiveram uma programação com com performances,  jantar, instalações e muita música, que ocuparam sete ambientes diferentes. Esses espaços foram especialmente criados nos 6º e 7º andares do Silo, totalmente mapeado com um panorama de luz por UVA. A trilha sonora de cada performance foi criada por Craig Richards, que também fez um back-to-back com Ben UFO em um espaço especialmente projetado para durar apenas uma noite.

Nathan

Nathan no desfile da Prada / Cortesia
Nathan no desfile da Prada / Cortesia

Quatro meses após assumir sua identidade transgênero como masculina, Nathan Westling estreou na temporada masculina com o desfile da Prada. Como mulher, era uma presença constante nos desfiles da marca e agora, como homem, não deve ser diferente.

Abaixo o vídeo do desfile completo


Relacionadas


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×