29.01.2019 / Models / por

Musa da cena alternativa, Jess Maybury é a modelo que você precisa conhecer

Jess fotografada por Harley Weir
Jess fotografada por Harley Weir

Jess Maybury. Anote esse nome. Ela é uma das meninas mais interessantes da moda no momento e apostamos que deve ficar ainda mais conhecida de agora em diante. Jess não é modelo em tempo integral, mas é através da profissão que ela tem chamado mais atenção, onde sua beleza forte e incomum se faz mais evidente. Sua figura gótica com seus longos cabelos escuros e olhar enigmático à la Monalisa tem encantado fotógrafos e estilistas.

Ao lado de sua irmã igualmente maravilhosa Reba (escritora e dominatrix), ela forma a dupla Maybury Sisters e integra o time do special booking da agência Elite ao lado de Adriana Lima e Kendall Jenner. Juntas, já fotografaram campanhas para Vivienne Westwood e Lanvin e ensaios para Another Magazine, i-D e Dazed. As duas mantém uma coleção conjunta de peças vintage de Jean Paul Gaultier.

Filha de mãe paquistanesa e pai galês, Jess que tem apenas 25 anos vem de Woodstock, na Inglaterra está mais para musa do que para modelo. Empoderada, inteligente e comunicativa, sua imagem passa liberdade e força. Para ela, moda foi feita para pessoas com alto poder aquisitivo, mas estilo é algo que qualquer pessoa pode ter – e ela tem de sobra. É engraçado ler suas entrevistas, quando o repórter pergunta sobre segredos de estilo e rotina de beleza. Ele sai sem resposta – ela apenas lava o rosto de manhã e veste o que expressa o seu mood do dia. Não há segredos, truques nem rotinas.

Seu primeiro trabalho como modelo foi um editorial para a revista Another e depois começou a aparecer em desfiles como Gareth Pugh e Acne, mas foi em setembro, nos desfiles do Verão 2019, que sua carreira deu uma guinada. Jess abriu o desfile da Marni e foi imediatamente bookada para a nova campanha da marca, fotografada lindamente por Jamie Hawkersworth (com direção de arte de Giovanni Bianco). Foi quando ela fez a passagem de darling da cena independente para virar musa da Marni. Giovanni Bianco falou ao FFW sobre a força e a beleza de Jess: “Impressionante ver essa menina ao vivo, ela não parece ser desse mundo de hoje, seus traços seu olhar, seu corpo, seus movimentos fazem você ir diretamente ao século passado onde as mulheres tinham força que se confundiam com as esculturas dos grandes mestres das artes! Ela é única”.

 


View this post on Instagram

The maybury sisters for @anothermagazine styled by @katy_england and shot by @alasdairmclellan

A post shared by Maybury Sisters (@mayburysisters) on

Apesar de de fazer uns bons frilas como modelo, Jess gosta mesmo é de se envolver em seus projetos pessoais, muitas vezes feitos ao lado de seu namorado Joshua Gordon que, assim como ela, também é fotógrafo e tem um trabalho focado nas subculturas. Juntos, eles questionam padrões de beleza e bom gosto. Suas influências na fotografia vão de Jean-Paul Goude a Cindy Sherman.

Os dois formam um casal peculiar e o fato dela ser bem mais alta que ele é uma das coisas que a excita. Jess diz que sempre se pareceu com uma minhoca grande e alta a vida toda e que hoje gosta de ser alta e fazer os homens no metrô se sentirem pequenos. “Mas adoro o fato de meu namorado ser mais baixo que eu. É uma combinação perfeita”.

Campanha de Verão 19 da Marni
Campanha de Verão 19 da Marni

Jess também é ativa politicamente e pelos direitos das mulheres. “Com tudo o que está acontecendo em nosso atual clima político, acho que precisamos de compaixão, respeito e compreensão para nos ajudar a superar a vida. Mulheres incríveis, inteligentes e com ideias semelhantes que estão extrapolando limites e criando um trabalho poderoso sobre raça, gênero e política me inspiram todos os dias”, ela diz. “Mas é importante lembrar que a criatividade pode criar uma fachada de segurança para as pessoas, mas não é uma forma de salvar as mulheres em situação de rua ou outros tipos de vulnerabilidade”.

E quando questionada sobre o que acha do termo influencer, ela aproveita a chance para ser o mais honesta possível. “É apenas um um termo que tem sido usado nos últimos anos e tem pouco significado porque nenhuma dessas pessoas faz alguma coisa e nem são tão interessantes. Modelos e influenciadoras são desejadas por conta de sua aparência física. Queria apenas que a nova geração não se importasse tanto com looks e selfies e tivesse conhecimento sobre história da arte, literatura e bons filmes. As pessoas agora ficam festejando os filhos ricos das celebridades, é um tédio”, disse ao site Refinery 29.

Sua personalidade “take no bullshit” pode incomodar alguns, mas certamente é o que a torna única e interessante. Jess é o tipo de profissional que não será criada nem moldada pela indústria. Seu sucesso está intrinsicamente ligado a sua liberdade de ser quem é.


View this post on Instagram

XxXxXXxXxxxX @joshua.gordon.is.a.baby

A post shared by @ jessmaybury on


Relacionadas


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×