Patrick Demarchelier

Relembre imagens históricas de um dos principais nomes da fotografia de moda

O mundo perdeu um grande fotógrafo na tarde de quinta-feira (30.03). O francês Patrick Demarchelier morreu em sua casa, em St. Barths,  aos 78 anos. Segundo fontes ouvidas pelo WWD, sua morte foi causada por um câncer. Sua morte foi anunciada em seu perfil no Instagram na quinta-feira. “É com grande tristeza que anunciamos o falecimento de Patrick Demarchelier em 31 de março de 2022, aos 78 anos”, dizia o post. “Ele deixa sua esposa Mia, seus três filhos Gustaf, Arthur, Victor e três netos.”

original

Lily Aldrige, Alessandra ambrósio e Lais ribeiro para vogue inglesa em 2014 / reprodução

Demarchelier é um dos grandes nomes da fotografia de moda, criando imagens inesquecíveis para revistas como Vogue, Harper’s Bazaar e Elle e campanhas para Dior, Chanel, Yves Saint Laurent, Tommy Hilfiger e Carolina Herrera, entre muitas outras publicações e marcas. Apesar de ser extremamente conhecido no mundo da moda, muita gente passou a conhece-lo no filme O Diabo Veste Prada, com a frase de Miranda Priestly, “Get me Demarchelier”, à qual sua assistente (Anne Hathaway) respondia: “I have Patrick!”.

cindy-ceawford-22le-look-noir22-vogue-paris-october-1987-photo-patrick-demarchelier-a

Cindy Crawford, vogue frança 1987 / reprodução

Seus retratos eram aparentemente simples e descomplicados, priorizando sempre a beleza e a personalidade da pessoa que fotografava. Sua luz impecável e clássica está também eternizada em fotos de Diana, Beyoncé, Jennifer Lopez e Madonna e todas as modelos que podemos imaginar.

001_pd1

Christy Turlington, Linda EVANGELISTA e Naomi CAMPBELL, em 2016 para campanha Knot On My Planet, contra o extermínio de elefantes na áfrica / reprodução

Em 2018, em uma grande matéria investigativa do jornal Boston Globe sobre má conduta sexual na moda, sete modelos mulheres acusaram o fotógrafo de assédio sexual, alegações que Demarchelier negou, classificando-as como “ridículas”. Em resposta às alegações, a editora Condé Nast parou de trabalhar com ele, assim como com outros fotógrafos que também receberam acusações, como Mario Testino, Terry Richardson e Bruce Webbe.

demarchelier_00705567_5_

Patrick Demarchelier por Margaret Gibbons em 2008 / REPRODUÇÃO

Demarchelier nasceu em em 1943 em Le Havre, França, e mudou-se para Nova York em 1975, onde começou a trabalhar ao lado de grandes editores, revistas e designers. Ele foi muito amigo de Liz Tilberis, editora da Harper’s Bazaar no início dos anos 1990, o que o levou a assinar muitas capas para a publicação.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×