29.06.2017 / por

Dossiê FFW: os destaques da temporada masculina internacional Verão 18

Get Short: Verão 18 da Dries Van Notten, Dior Homme, Prada e Fendi ©Agência Fotosite
Get Short: Verão 18 da Dries Van Notten, Dior Homme, Prada e Fendi ©Agência Fotosite

Por Camila Yahn e Luisa Graça

Horizonte vertical

Listras verticais definitivamente estão na mira do Verão 18, seja em versões mais gráficas, em preto e branco, estampando ternos e conjuntos de camisa e calça ou mais despojadas e coloridas, em vibe ensolarada . Tão vistosas quanto lisonjeiras a qualquer tipo de corpo, elas marcaram presença nas passarelas de Londres e Milão e firmaram o status de tendência em vários desfiles em Paris, como Haider Ackermann, Balmain e Kenzo.

White light, white heat

Despontando há algumas temporadas, o look total branco teve vez de novo nas passarelas do Verão 18 de Alexander McQueen, Ann Demeulemeester e Lemaire. Além de túnicas e camisas em linho e jaquetas e calças em brim, o branco apareceu especialmente em peças de outerwear, dando leveza a jaquetas e capas, contextualizando-as ao clima de verão.

Marca registrada

Culpemos o boom do streetwear, a nostalgia dos anos 90, o empenho de Alessandro Michele em reinventar as camisetas da Gucci ou a ironia fresca das peças da Vetements: as logomarcas invadiram os desfiles desta temporada. Casacos, moletons e, especialmente, camisetas surgiram ostentando os nomes de marcas como Balenciaga, Versace, Dior e até mesmo Valentino, que cravou VLTN em algumas de suas peças. Pelo jeito, exibir logomarcas orgulhosamente no peito (ou nas costas) é cool de novo.

Go short or go home

Miuccia Prada deu a letra e é oficial: os shorts do Verão 18 são curtos mesmo. As pernas ficaram de fora nos desfiles da Prada e Dior Homme, com peças dignas de serem chamadas “mini”. Contrariando os princípios de Tom Ford de que “nenhum homem deveria usar shorts na cidade”, Dries Van Noten, Fendi e Balenciaga (sobrepondo os shorts a calças) também embarcaram na controversa tendência que evoca a sensualidade masculina com um tanto de estranheza. Vai encarar essa?

Think pink

Rosa quartzo foi considerada a cor do ano em 2016; em 2017, uma cor bem parecida ganhou o nome “rosa millenial”. A cor da sacola da Acne Studios e suas variações tonais – rosa chá, rosa blush, pêssego esmaecido, terracota desbotado,… – não deve ir embora tão cedo. Tons de rosa acaloraram looks em peças pontuais como jaquetas e camisas de coleções como Valentino e Berluti e foram destaque nos desfiles da Fendi e Ermenegildo Zegna, colorindo ternos de linho e jumpsuits.

Trenchs de verão

Trenchs e capas apareceram na maior parte dos desfiles, produzidos em algodões mais leves, materiais tecnológicos ou impermeáveis. Além de suas características funcionais óbvias (proteger da chuva e esquentar nos verões mais frescos), são peças poderosas que adicionam estilo ao look e podem render looks mais ousados para quem estiver disposto a brincar com proporções, camadas e cores.

Tropicália

Flores em cores vibrantes, por do sol, coqueiros, flores tropicais… A estamparia quebrou a tranquilidade dos tons pasteis e dos looks monocolor que apareceram na temporada. De Paul Smith a Comme Des Garçons, marcas de tamanhos e estilos variados investiram nessa ideia, que remete aos anos 80. Ela sai do ambiente do surf, da praia, das férias, e é incorporada ao guarda-roupa urbano e do dia a dia, usada até com ternos ou misturada a outras padronagens, como o xadrez.

Momento baggy

Mais uma temporada em que as calças com modelagem ampla dominam a passarela masculina. Os estilistas estão investindo em modelos mais soltos, com a barra um pouco mais comprida do que o normal. Essa silhueta mais despojada aparece tanto em looks esportivos quanto nos momentos mais formais, resultando numa estética super cool, mas que por enquanto está restrita às passarelas e fashion addicts. Um dos big players da estação, quem sabe agora não faz a transição para as ruas.

Crossbody bags

Esqueça as pastas ou mochilas. As pochetes evoluíram para o modelo crossbody, em que a bolsa fica bem rente ao peito ou à cintura. São os novos mimos entre os acessórios masculinos, porque há uma variação enorme de cores e materiais. Perfeita para levar em viagens, shows, andar de bicicleta, metrô… Está sempre perto de você, carregando somente o necessário.


Relacionados


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×