18.05.2017 / Design / por

Conheça os jovens por trás do Bonde, novo projeto de design brasileiro em Nova York

bonde-capa-2

Dois jovens designers brasileiros que vivem em Nova York estão por trás do Bonde, evento dedicado ao design brasileiro que acontece dia 22 de julho no Brooklyn. Leonardo Porto, 24, e Felipe Rocha, 27, se conheceram através de amigos em comum já morando nos EUA. Felipe trabalha no escritório Sagmeister&Walsh e Leo na Collins, que faz consultoria para empresas como Google, Nike e Spotify.

Leo teve essa ideia há dois anos, inspirado por eventos parecidos sobre outros temas. Ele reparou que, ao buscar o termo design brasileiro no Google, os primeiros links nunca eram as representações corretas. “Sempre achei que faltavam oportunidades de reunir designers brasileiros em NY. Se fala muito disso aqui, mas nunca juntamos essas pessoas para discutirem sobre o assunto”, diz Leo.

A história começou a andar mesmo depois que eles abriram o perfil Bonde no Instagram, onde compartilham suas pesquisas sobre o assunto e que acabou se tornando um assunto diário. “Queríamos sentir o feedback, a audiência de uma coisa desse tipo, além de mostrar nossa pesquisa pessoal”, conta Felipe. “Abrimos a conta em janeiro e já temos mais de dois mil seguidores. O Bonde acabou criando uma vida própria”, emenda Leo.

A dupla vai abordar a identidade do design brasileiro através do design gráfico, que foi o foco da curadoria. Já estão confirmados no evento a premiada designer Marina Willer, o artista plástico Jonathas de Andrade, Celso Longo, Marcelo Rosenbaum (uma exceção, já que ele é o único focado em arquitetura e produto), Barbara Soalheiro (do Mesa & Cadeira), Nina Paim e Pedro Sanches. Giovanni Bianco também foi convidado, mas teve que declinar por conta de compromissos com a Vogue italiana. Vale ver os perfis de todos no site. Marina mora em Londres e criou projeto de identidade visual para a Tate Gallery. Jonathas é de Recife e já exibiu no MoMA, New Museum e na Bienal de São Paulo e também foi destaque na FFWMAG 39. Barbara foi uma das organizadoras do TEDxAmazônia, já ganhou prêmio Jabuti por seu livro “Como Vivíamos Sem…” e foi nomeada uma das 100 pessoas levando o mundo pra frente pela revista GOOD por seu incrível projeto Mesa & Cadeira.

Parte do espaço Genius, no Brooklyn
Parte do espaço Genius, no Brooklyn

O dia de palestras e conversas será no Genius, um espaço com projeto do escritório Leeser Architecture, bem a cara de Nova York, com aquele histórico industrial. Lá eles conseguem receber 300 pessoas e os ingressos já estão à venda por US$ 30. Se interessou? Compre aqui o seu.

Os planos para depois do evento ainda são incertos, mas de uma coisa eles têm certeza: o Bonde não vai morrer. “Não queremos que toda essa pesquisa que fizemos acabe após o evento”. Aguarde mais notícias e projetos bacanas vindos de Felipe e Leo.

Mais infos: http://www.bonde.nyc/

O FFW é parceiro de mídia do Bonde e trará sempre as últimas notícias sobre o evento.

 


Relacionadas


Veja Também