FFW
newsletter
RECEBA NOSSO CONTEÚDO DIRETO NO SEU EMAIL

    Não, obrigado
    Aceitando você concorda com os termos de uso e nossa política de privacidade

    Gabb: “Eu gosto de falar que sou uma costureira de conteúdo”

    “Movie star” entre os criadores de conteúdo reflete sobre opinião, hate e, claro, moda.

    Gabb: “Eu gosto de falar que sou uma costureira de conteúdo”

    “Movie star” entre os criadores de conteúdo reflete sobre opinião, hate e, claro, moda.

    POR Vinicius Alencar

    Se eu disser “sabe o Gabriel Moraes?”, provavelmente uma interrogação se forme no seu rosto, mas se no lugar eu falar “o Gabb do Tiktok” é bem capaz que você me responda com “Hooooorrorosa!” ou “Mooovie star!”, os jargões que já se tornaram assinatura do creator que até a última checagem acumulava 242 mil seguidores no Instagram e números ainda mais impressionantes na plataforma vizinha, onde construiu sua fama e se tornou o mais novo fenômeno entre os criadores de conteúdo de moda.

    Ao acontecer uma premiação ou desfile poucos minutos depois já é possível ver seus fãs pedindo por seus comentários, por vezes ácidos e repletos de humor. Com um quê de Joan Rivers, Gabb parece dar passos largos por um caminho parecido, já fez aparição na TV aberta, furando a bolha, e se prepara para a estreia de um programa próprio, o Ambulância Fashion – cuja sirene já dá pra ouvir! O papo repleto de boas tiradas – e um xoxo aqui e ali –, você confere a seguir.

    Gabb onde você nasceu e quantos anos tem?
    Eu nasci 10 mil anos atrás, assim como o Raul Seixas. Mas mesmo São Paulo não tendo 10 mil anos, sempre fui daqui…mas criado em Minas Gerais. Me considero mineiro.

    Qual sua formação, lembro de termos amigas em comum e você trabalhava com outras coisas, não?
    Eu formei em Ciências Sociais, na Universidade Federal de Juiz de Fora, e já trabalhei como relações públicas de eventos entre Rio e São Paulo.

    Quando começou a criar conteúdo voltado especialmente para a moda? E quando acha que foi o turning point?

    Eu faço conteúdo desde que o Snapchat, ou seja, já tem muito tempo. O Snapchat acabou e eu continuei criando. Mas com relação à moda, digamos que eu encontrei o meu formato em outubro de 2022, no TikTok, e creio que ali foi o turning point.

    Qual foi o post que viralizou e fez você furar a bolha?
    Acho que do aniversário da Angélica, que o Luciano Huck assistiu e me convidou para participar do Domingão; e o vídeo sobre os detratores da Paola Oliveira.

    Como é a sua rotina de criação de conteúdo? 

    É instintiva. Eu gosto de falar que sou uma costureira de conteúdo. Porque gosto de pegar planos de fundo diferentes para relacionar com a moda, então normalmente uso de gancho o que absorvi no dia anterior, como um filme, uma série ou uma notícia que tenha me impactado.

    Fazia tempo que não existia algo parecido, você já deve ter ouvido que lembra muito a polêmica Joan Rivers. Sente que as pessoas hoje têm medo de expor suas reais opiniões?

    Sinto, acho que muita da visibilidade que estou tendo é  justamente porque as pessoas não dão mais opinião e o público sente falta. Eu sou de uma geração que estava acostumada com Clodovil, Marisa Orth, Fernanda Young e, claro, Joan Rivers falando as maiores atrocidades e tava tudo bem.

    @tictoxica Aniversario da Angelica onde o tema era Flower Power, ou seja, anos 70… qual o pior look? #fashiontiktok #chango #ootd #tiktokfashion ♬ som original – Gabb

    E como lida com o hate quando critica algum nome que tem uma fanbase muito acalorada?
    Eu já fui RP né? Eu sei como chegar nos lugares… nunca tive problemas, mas já me adiantei de me aproximar de algumas fanbases tipo da Taylor Swift (beijos Swifts Brasil!) e Beyhive para me blindar um pouco de qualquer coisa que possa magoar algum fã. E quanto ao hate, eu bato na perna e inclino para trás porque é sinal de que tô crescendo né? Sem ele eu estaria estagnado. Sou muito grata então.

    Você está em um ótimo momento: publis, Tiktok Awards, aparições na TV. Qual o próximo passo e planos para o futuro?
    O próximo passo vai ser a estreia do meu programa no Youtube, o Ambulância Fashion, que vai ser nos moldes do fashion police – estamos programando para ele começar em março… junto com o Oscar!

    E, por fim, o que você diria para quem está começando a criar conteúdo agora?
    Se você quer trabalhar com internet, tenha trabalho. As pessoas acham que criar conteúdo é um mar de rosas e que não precisa estudar. Foque mais em gravar e menos em eventos.

    Não deixe de ver
    Filme O Diabo Veste Prada terá sequência com Meryl Streep
    Victoria e David Beckham repetem controverso look do casamento 25 anos depois
    Anitta fala sobre o figurino da turnê Baile Funk Experience
    KATY PERRY USA MARCA BRASILEIRA EM TAPETE VERMELHO 
    FFW Sounds: Normani
    A história do vestido de estampa de jornal da Dior e Carrie Bradshaw
    ‘‘Foi por DM’’: Pabllo Vittar revela que convite para dançar com Madonna foi feito pelo Instagram
    Greta Gerwig veste Maison Margiela em Cannes e é criticada nas redes
    Beyoncé recebe prêmio de inovadora no I Heart Radio Awards 2024
    FFW