09.03.2018 / por

DOSSIÊ FFW: As tendências que marcaram as passarelas internacionais do Inverno 2019

Headwear: Calvin Klein, Off-White, Marni, Gucci e Versace / Reprodução
Headwear: Calvin Klein, Off-White, Marni, Gucci e Versace / Reprodução

Acolchoado: super casacos, mangas, coletes que parecem vestes protetoras, armaduras contemporâneas

Headwear: talvez inspiradas pelos momentos atuais de protesto, as marcas inseriram balaclavas e peças que servem como um gorro bem justinho, acoplado na roupa. Calvin Klein e Gucci têm os melhores exemplos.

Camadas: outra tendência que parece ter se inspirado nos momentos atuais: quanto mais camadas, mais proteção. Melhor momento: Balenciaga.

Botões + alfaiataria: ternos, paletós e sobretudos dominaram as passarelas com um denominador comum: quatro botões ou mais tinham ali a função além da utilidade: a decoração.

Neon: cores fortes e vibrantes quebraram a sobriedade do inverno e injetaram fun em coleções como Prada, Marni e Versace.

Anos 80: o espírito divertido da década volta com sua cor, volumes e até um pouco da cafonice – no bom sentido ; )

Casacos-mantas: as peças mais confortáveis do inverno, vestes que parecem mantas enroladas no corpo e capas que protegem.

A força do vermelho: peças para não passar batido, os casacões vermelhos aparecem em versão maxi e em tons que vão do fechado ao mais aberto.

Floral: a estampa que é sempre recorrente no verão surge no inverno em versão pequena e mini, como apareceu em grande quantidade na Saint Laurent.

Xadrez: apareceu em cores e padronagens diversas, das versões clássicas às mais bagunçadas, com estilos e cores diferentes em um mesmo look.

Brilho: shine bright like a diamond com tecidos e texturas que brilham e resplandecem.

Veja abaixo as imagens que traduzem cada tendência, mostradas na ordem acima:


Relacionados


Veja Também