11.05.2018 / Música / por

Assista ao videoclipe do The Shacks inspirado no documentário Wild Wild County

banda

Quem assistiu ao documentário Wild Wild County, sobre o líder espiritual Bhagwan e a comunidade Rajneeshee, sabe o quanto ele deu o que falar. Além da história em si, um dos elementos que mais chamam a atenção é a paleta de cores em tons de vermelho que os seguidores de Bhagwan usavam.

Foi o que inspirou o novo vídeo da também nova banda The Shacks. All Day Long capta a atmosfera da comunidade, com os músicos Shannon Wise, Max Shrager e Ben Borchers vestidos de vermelho, tocando, cantando e vagando por uma floresta.  “O documentário foi uma grade inspiração. O conceito básico do clipe era usar vermelho e estar na natureza, então não tem muito um roteiro. Mas na minha opinião, ele mostra nossa personalidade e é bem honesto com o que somos. Visualmente, é simples e impactante”, diz Max à i-D.

O clipe foi filmado na propriedade do diretor do video, Leon Michaels, perto de Nova York. Michaels usou um drone para filmar. Nós somos uma banda inspirada pelo vintage, mas drone é algo bem moderno. Gosto como duas épocas se ecaixam”.

All Day Long integra o álbum Haze, que tem sido bem recebido pela crítica por conta de sua música com ar retrô. Fundadores da banda, os amigos de escola Shannon e Max amam musica pop dos anos 60 e 70 e se inspiram no blues e no rock dessas décadas. Grupos como Animals, the Kinks, Fleetwood Mac estão entre suas referências.

Como podemos ler na crítica do Pitchfork, muito da vibe da sonoridade do Shacks vem do vocal de Wise. “Ao longo do álbum, ela soa como se tivesse colocado as mãos no seu ouvido para te contar um segredo cósmico”.

A banda é nova e seus integrantes bem jovens, na casa dos 20 e poucos anos, mas sua primeira música, Strange Effect, já teve grande repercussão por ter aparecido no comercial do iPhone 8, estrelando os próprios Shannon Wise e Max Shrager. Na ocasião algumas pessoas os acusaram de terem se vendido. 

Max lembra que o pai de Shannon produziu um álbum dos Scissor Sisters no início dos anos 2000 que vendeu dois milhões de cópias físicas só no Reino Unido. “Nada mais vende desse jeito. Hoje é streaming, licenciamento, downloading. Por isso não estamos nos vendendo. Porque na indústria da música esses dias, você tem que ser criativo e achar maneiras de fazer dinheiro e chegar ao maior número de pessoas possível. A gente hoje não pode mais contar com a venda de disco”.

 


Relacionadas


Veja Também

Assine a Newsletter do FFW

Receba semanalmente no
seu e-mail nossos conteúdos
especiais e exclusivos

×