30.07.2018 / Comportamento / por

Claws Out For Trans: a campanha em prol da representação trans em emoji : )

emoji-trans

A ativista trans Charlie Craggs viajou por cinco anos com uma missão: diminuir o preconceito da sociedade em relação à comunidade trans. Para isso, ela ofereceu seus serviços de manicure de forma gratuita, oferecendo também uma chance da outra pessoa se sentar com uma trans. “É difícil alguém sentir raiva quando tem alguém lá segurando sua mão e fazendo sua unha”, explica.

Continuando seu trabalho de conscientização e protesto, ela agora criou o site Nail It para divulgar e vender uma série de decalques que chamam atenção para a causa. O Not For You, por exemplo, aborda a violência contra a mulher trans e, com o lucro das vendas, Charlie custeia aulas de auto-defesa para elas. O Yaaas Qweens traz figurinhas da escritora Janet Mock, a música Laura Jane Grace, atriz Laverne Cox e das ativistas Marsha P. Johnson e Sylvia Rivera.

captura-de-tela-2018-07-30-as-14-33-05

captura-de-tela-2018-07-30-as-14-33-16

Charlie usa a linguagem dos emojis, substituindo palavras e mensagens de uma maneira sem barreiras. A única questão é que, entre tantos emojis, a comunidade trans não tem o seu próprio. Segundo ela, a bandeira trans (azul, rosa e branco) é um dos emojis mais pedidos, mas ainda ignorado pela Unicode.Daí surgiu a campanha Claws Out For Trans, em que ela se apropriou do emoji da lagosta, animal que pode ter características femininas e masculinas ao mesmo tempo, até que ganhem sua própria figurinha.

Todos os kits custam £6 (cerca de 30 reais) e vêm com decalques de vários tamanhos, adesivos, cartão postal e instruções.

Charlie é também autora do livro To My Trans Sistersuma coletânea de cartas escritas por mulheres trans bem sucedidas direcionada a quem está passando pela transição. Cada carta é um conselho honesto que nasceu de suas próprias experiências e vão desde dicas de maquiagem a como lidar com a transfobia. #ClawsOutForTrans


Relacionadas


Veja Também