08.03.2017 / Moda / por

Conheça as marcas que estreiam no SPFW N43 e veja um preview das coleções

Aquarela que originou uma das estampas da coleção Mombaça Dendê ©Cortesia Sissa
Aquarela que originou uma das estampas da coleção Mombaça Dendê ©Cortesia Sissa

São seis estreias e um retorno. Apresentamos aqui um preview exclusivo das coleções das marcas estreantes que integram o calendário do SPFW N43.

+ Saiba quem desfila quando no SPFW N43

Sissa – 14.03, 11h

Fundada pela ex-Isolda Alessandra Affonso Ferreira, a Sissa tem como missão trazer frescor à moda brasileira por um viés muito feminino, com modelagens modernas e simplistas, estampas vibrantes e confecção artesanal. Para o Inverno 17, Alessandra criou uma coleção inspirada nas lembranças fotográficas do casamento de seus pais, em Mombaça, no Quênia, e nos jardins e arquitetura do Irã. A Mombaça Dendê traz os melhores traços da marca com as estampas, que remetem à natureza, criadas em aquarela pela estilista. Hits da coleção anterior de estreia da marca, o vestido longo Rita, com estilo chemise na parte de cima e laço na cintura, e o macacão Biba, agora em preto ou caqui, ganham novas versões. É brasilidade cool e fresquinha.

Detalhe de uma das aquarelas que estampam o Inverno 17 da Sissa
Detalhe de uma das aquarelas que estampam a nova coleção da Sissa ©Cortesia

Two Denim (2DNM) – 14.03, 18h30

Criada em 2012 pelos empresários Alexandre Manetti e Flavia Rotondo, a Two Denim já nasceu com um objetivo audacioso: tornar-se a principal marca brasileira no segmento de denim premium, apostando em tecidos nacionais e importados de alta qualidade, lavagens diferenciadas e aviamentos produzidos na Itália e na Turquia. Para sua estreia no SPFW, a marca apresenta uma coleção inspirada no andarilho urbano e no clima peruano. “O desfile vem cheio de sobreposições, mangas volumosas e românticas misturadas a um toque étnico do país andino. Tudo mostrado de forma leve e minimal. Nossa expectativa para essa empreitada é reforçar o branding da marca, mostrando através do desfile nosso DNA como um todo”, nos conta Flavia, diretora criativa.

Look Inverno 18 ©Cortesia Two Denim
Look Inverno 17  ©Cortesia Two Denim

Fabiana Milazzo – 15.03, 17h30

A mineira Fabiana Milazzo lançou sua marca em 2000, em Uberlândia. Depois de abrir lojas em vários pontos do Brasil e mais recentemente em Los Angeles, mirando os red carpets, ela apresenta seus vestidos de festa com sofisticados bordados manuais pela primeira vez nesta edição do SPFW na coleção intitulada Brasil.  “Quero mostrar o que nosso país tem de melhor”, afirma a estilista. “Não apenas a flora e a fauna por meio de estampas, mas as técnicas artesanais tão preciosas que temos a oferecer. Trarei diversas técnicas de artesãos de várias partes do país”.

Croqui de uma das peças da coleção Brasil
Croqui de uma das peças da coleção Brasil ©Cortesia Fabiana Milazzo

Alexandrine por Batista Dinho – 16.03, 17h

Outra marca focada em moda festa que faz seu debut é a Maison Alexandrine, da empresária Alexandra Fructuoso, apresentando no evento a linha Alexandrine por Batista Dinho. É o primeiro trabalho como estilista do assessor pessoal Dinho Batista, que há anos ensina modelos a andar na passarela. Ao FFW, ele contou que mostrará uma técnica autoral e artesanal que consiste em tressê com fitas de cetim e gorgurão. Com seda, tule e alfaiataria, os 30 looks foram inspirados na mulher contemporânea. “Venho do Nordeste, onde tenho como referência mulheres guerreiras do dia-a-dia, que exalam essencialmente uma sensualidade muito forte nas atitudes”, explica o estreante, natural de Recife.

Um dos modelos do Inverno 18 da Alexandrine por Batista Dinho
Um dos modelos do Inverno 17 da Alexandrine por Batista Dinho ©Cortesia Maison Alexandrine

Tig – 16.06, 21h

A marca feminina Tigresse, de Renata Figueiredo e Fabio Yukio, passa por uma renovação e ganha novo nome. A Tig mostrará na Bienal uma coleção inspirada pelo clássico literário A Metamorfose, de Franz Kafka. Naturalmente, figuras de insetos permeiam a coleção, assim como as tradicionais estampas opulentas da marca, jeans sobrepostos por tule, parcas beneficiadas e casacos de pele fake. Nos acessórios, peças em titânio como maxi brincos e pulseiras tem inspiração em mood punk (e mais figuras de insetos, claro).

Um dos maxi brincos do Inverno 18 da Tig
Um dos maxi brincos do Inverno 17 da Tig ©Cortesia

A.Niemeyer – 17.03, 16h

As paulistanas Fernanda Niemeyer e Renata Alhadeff criaram a A.Niemeyer, em 2006, como uma linha de roupas aconchegantes para viagens de final de semana, o tal holiday wear. Uma década depois, a marca migra também para a cidade, apresentando peças mais urbanas, mas permanece fiel às raízes . “O conforto é um dos conceitos que seguimos na nossa marca, que preza pela simplicidade sofisticada e de qualidade”, explica a dupla. “Nossa coleção de Inverno 17 traz como inspiração as linhas dos horizontes pacíficos dos desertos e fiordes, ressaltando assim a sensação de conforto e bem-estar”.

Um dos looks confortáveis do Inverno 17 da A.Niemeyer
Um dos looks confortáveis do Inverno 17 da A.Niemeyer ©Cortesia

Reserva – 17.03, 18h

Após um hiato de quatro anos, a Reserva re-estreia no SPFW sob o comando do estilista Igor de Barros. “Fui contratado para construir junto ao time de estilo os novos caminhos que a marca busca. Voltar ao evento era um dos projetos”, diz Igor. A marca promete continuar a trazer humor e surpresa aos seus desfiles, característicos em outras edições, e também trazer uma coleção que reafirma os conceitos da Reserva, com styling de David Pollack e beleza de Robert Estevão. “O que impera é o clima verdadeiro da Reserva. Nosso produto essencialmente masculino é focado em um guarda-roupa funcional e prático”.

A fila final do Verão 2012 na SPFW
A fila final do Verão 2012 da Reserva na SPFW ©Reprodução

 


Relacionadas


Veja Também