FFW
newsletter
RECEBA NOSSO CONTEÚDO DIRETO NO SEU EMAIL

    Não, obrigado
    Aceitando você concorda com os termos de uso e nossa política de privacidade
    lilly rose depp na campanha da chanel

    Chanel fatura mais de 22 bilhões em 2022 focando na exclusividade

    Mesmo com seguidos aumentos de preços de suas bolsas, a marca cresceu seu faturamento em 17% em relação ao ano anterior

    Chanel fatura mais de 22 bilhões em 2022 focando na exclusividade

    Mesmo com seguidos aumentos de preços de suas bolsas, a marca cresceu seu faturamento em 17% em relação ao ano anterior

    POR Redação

    Segundo o site The Fashion Law, a Chanel reportou um faturamento em 2022 de 17.22 bilhões de dólares, 17% a mais que em 2021.

    Segundo seu CFO Philippe Blondiaux, a Chanel “é a mais mais exclusiva, se não uma das mais e pretendemos manter essa posição”.

    O número é impressionante mas não chega a surpreender. Nos últimos anos os inúmeros  aumentos seguidos de preços das bolsas da marca e o investimento total na exclusividade com a abertura de lojas dedicadas a clientes super vips, tem comprovado que o plano de negócios da Chanel está dando certo. “Podemos falar que o quisermos, criticar os embaixadores, a alta costura, Virginie (Viard), mas temos que dar credito onde o crédito é devido. Quando falamos sobre dar dinheiro, a Chanel pode dar uma masterclass.” postou Hanan Besovic, do perfil @ideservecouture. 

    Não deixe de ver
    Iguatemi reúne players da moda internacional em jantar exclusivo em Nova York
    Chanel tem aumento de 16% de vendas em 2023 graças a Virginie Viard
    Novo nome da Arezzo & Co é revelado
    Rosalía como nova embaixadora da Dior, as datas dos desfiles Cruise, a coleção entre Alexandre Herchcovitch e Aramis e muito mais
    Grupo Arezzo&Co faz evento de lançamento de novas coleções em São Paulo
    João Maraschin e seu desfile em Copenhague, o programa All Stars da Converse, o lucro da Hermès e muito mais
    Como a Misci se tornou a marca mais influente do Brasil?
    Valentino e Kering com queda nas vendas, a nova CEO da Ganni, a collab entre a Melissa e a Undercover e muito mais
    A Chanel ainda vale o preço que cobra?
    Chinesa Temu chega ao Brasil em 2024
    FFW