14.02.2017 / Moda / por

13º curta da série Women’s Tales da Miu Miu é dirigido por Chloë Sevigny

©Reprodução
©Reprodução

A série de curtas Women’s Tales, comissionados pela Miu Miu, cria universos belos e estranhos habitados pela imaginação idiossincrática de mulheres. Perguntas como: o que significa ser mulher hoje?; como as mulheres aparentam ser para si mesmas?; como aparentam umas para as outras?; permeiam histórias contadas por cineastas mulheres. Da incrível japonesa Naomi Kawase às vanguardistas Agnès Varda e Lucrecia Martel, as diretoras “celebram a feminilidade no século 21 com um olhar crítico”.

Quem agora se junta a esse time é a atriz Chloë Sevigny, velha conhecida da Miu Miu e que há pouco começou a se aventurar atrás das câmeras. Depois do curta Kitty, que lançou no último Festival de Cannes, ela assina a direção do décimo terceiro episódio da Women’s Tales. Carmen é estrelado e co-escrito pela comediante americana Carmen Lynch e tem trilha cool do artista plástico e músico Brian DeGraw. “Eu sempre quis fazer um filme, mas me assustava com a ideia desse processo difícil de encontrar financiamento e gente que embarque num projeto. Mas eu me apaixonei por fazer filmes, estar atrás da câmera, criar moodboards”, conta a atriz-diretora.

©Reprodução
©Reprodução

A câmera observadora de Sevigny acompanha Carmen enquanto ela vagueia pelas ruas de Portland, faz compras numa loja de conveniência, encara-se frente ao espelho e apresenta sessões de comédia stand-up. Confrontando a sua aparência, seus sonhos e a estranheza dos relacionamentos no mundo moderno, ela confronta também a sua plateia (e a nós, espectadores do curta).

Esse tom levemente voyeurístico e improvisado da personagem reflete o interesse da diretora em fazer um curta-metragem sobre processos, ser mulher, celebridade e ego. “É sobre o amor ao ofício, o amor à arte e repetição”, explica Chloë. “É uma justaposição entre a glória de fazer o que se ama e o tempo livre, que é meio tedioso”.

©Reprodução
©Reprodução

Como de costume, as roupas da marca se colocam à serviço da narrativa mas quase como personagens por direito próprio, como é o caso do vestido vermelho e do casaco verde usados por Lynch.

“Você se sente uma pessoa diferente dependendo do que veste. E isso pode ser muito divertido”, conta Carmen. “Eu adoro poder vestir cada personagem de um jeito e assim me tornar pessoas diferentes. Moda tem tudo a ver com trabalho de personagem”.

A estreia em Nova York, dois dias atrás, contou com a presença de garotas que tem a ver com a filosofia da série Women’s Tales e com o universo da marca em geral. Na lista de convidados, Zosia Mamet, Tavi Gevinson, Jeanne Damas, Adwoa Aboah, Zoe Kazan, India Menuez e mais.

Assista ao curta aqui:

 


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×