Balenciaga confirma volta à Alta Costura após 53 anos

Demna Gvasalia acredita que a couture será a força motriz da moda novamente por estar livre da produção industrial.

balenciaga-couture-george-v-2021-ffw

Quando a Balenciaga retornar à Alta Costura em julho, após 53 anos, ela não estará apenas revelando as primeiras silhuetas de couture do diretor criativo Demna Gvasalia, mas também um novo local: uma versão totalmente restaurada do salão original de couture do fundador Cristóbal Balenciaga.

No que com certeza será um dos hot tickets da Paris Couture Week, a coleção será revelada no dia 7 de julho com um desfile presencial no número 10 da Avenida Georges V, endereço histórico que também deu nomeia um dos perfumes da marca.

O salão de Alta Costura estava fechado há mais de meio século. O segundo andar do edifício foi reformado como uma réplica do espaço original com todas as portas abobadadas, cortinas drapeadas e cadeiras douradas para receber o desfile.

O local muito mais intimista marca uma mudança para a Balenciaga, que vinha apresentando suas coleções de pret-à-porter com desfiles grandiosos e espetaculares realizados em um complexo de estúdios de cinema nos arredores de Paris. A Balenciaga havia planejado inicialmente lançar a linha de Alta Costura em julho de 2020, mas seus planos foram frustrados pela pandemia do coronavírus.

“A couture representa liberdade de criatividade e liberdade na moda. E essa é talvez a razão pela qual eu queria tanto fazer isso ”, disse Demna ao WWD no ano passado. “Acredito fortemente que a Alta Costura pode realmente salvar a moda atual.”

A maison também anunciou que vai desfilar a Couture apenas uma vez por ano e a coleção couture incluirá looks masculinos.

Expectativas foram criadas.

 

 

 


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×