Julia Fox é um ícone de moda e explicamos por que

design-sem-nome-5

Desde que começou a namorar Kanye West, a atriz e artista visual Julia Fox não saiu mais da boca dos fashionistas. O namoro com o superstar do rap deu notoriedade mundial à atriz do filme “Jóias Brutas” (2019) dos irmãos Josh e Ben Safdie em que contracenou com Adam Sandler em um papel feito especialmente para ela. 

Seu namoro com Ye pode ter chegado ao fim, mas o fenômeno pop Julia Fox continua firme e forte oferecendo muitos looks icônicos que despertam amor e ódio. Por trás de uma história de glamour, que hoje traz referência para vários personal stylists e celebridades, existe uma história de perseverança e luta, que reflete as escolhas de looks da artista. Escolhas estas não deixam de criar imagens de moda que dizem muito sobre os tempos atuais. E se moda é o reflexo de seu tempo, então certamente Julia já será lembrada como um dos ícones dessa década e a gente explica o por que.

KANYE, PARIS E SCHIAPARELLIkanye-west-and-julia-fox-are-seen-on-january-23-2022-in-news-photo-1643024899

Após se conhecerem em Miami na virada de 2021 para 2022, o casal Kanye West e Julia Fox foi a grande aposta romântica do ano na imprensa mundial. Entretanto, o enlace durou cerca de dois meses, decepcionando os fãs do novo casal. Nesse meio tempo, Kanye auxiliou Julia a encontrar seu estilo, seguindo suas referências culturais, estéticas e as tendências do momento. Durante a Paris Fashion Week masculina em janeiro, o casal fez uma de suas primeiras aparições públicas, no desfile de estreia de Nigo na Kenzo. Combinando looks total jeans, luvas pretas e botas, uma ligação entre pensamentos e estilos foi imediatamente criada. Julia usava pela primeira vez as criações do darling da moda atual Daniel Roseberry para a Schiaparelli. A escolha do look combinado com a maquiagem preta marcada e maximalista dos olhos e botas Diesel, chamou a atenção dos entusiastas da moda. Escolhas estas que vem se tornado uma assinatura criativa da artista.

A OBCESSÃO PELO OBSCURO

https___hypebeast-com_wp-content_blogs-dir_6_files_2022_03_julia-fox-vf-2-1

Uma das referências que Júlia traz consigo vem das lembranças de sua fase mais obscura. Episódios de quando ela trabalhou por 6 meses como dominatrix, ou quando trazia reflexões sobre a morte em suas artes e fotografias, hoje são influências em suas escolhas de looks. 

Julia aparece com frequência usando  peças em Látex e couro, maquiagem dramática e acessórios que flertam com um universo mórbido. Um exemplo marcante é o vestido de couro com gola em formato de mão segurando o pescoço, criado por Jannik Wikkelsø Davidsen (da  marca sueca Han Kjøbenhavn) e usado na festa da Vanity Fair, após o Oscar deste ano. Neste mesmo evento, sua composição também chamou a atenção pela escolha da bolsa feita de cabelo humano, gerando controvérsia e muito engajamento em torno de sua escolha de moda para a ocasião. Em termos de moda, Julia foi a grande vencedora da noite.

 

LOOK PARA DUAS RODAS 

julia-fox-tribeca-artmizia

Looks do universo automobilístico não são  novidade mais na moda, mas Julia Fox conseguiu reinventar o que podemos esperar desse visual ao combinar uma jaqueta de motocross em couro com biquínis ou calcinha Ou quando simplesmente trouxe uma composição vanguardista para comparecer ao Festival de Cinema de Tribeca usando um top bralette da marca brasileira Artemisi feito em 3D, que imitava um colete cervical. Como se não fosse suficiente, ela chegou na premiação com uma bicicleta elétrica da marca City. Em um story, Julia justificou que usou a bicicleta como “acessório” pois ela é o tipo de vadia (sic) que vai onde precisa com os meios necessários. 

CINTURA BAIXÍSSIMA

fyxxxuewqaaapwu

Como uma boa jovem que viveu o frenesi da cintura baixa nos anos 2000, Julia virou uma referência da tendência recém resgatada pela nova geração. A obsessão da atriz pela silhueta já vinha desde sua marca Franziska Fox, lançada em 2014 que trazia algumas peças com a modelagem. Quem não viu a imagem da atriz usando a combinação de micro top e jeans de cós baixo customizada por ela mesma, que após tamanha repercussão, gerou até um tutorial da intervenção? Mas em um almoço em Nova York com a atriz Christine Quinn, a fashionista quebrou a internet ao usar uma calça de cintura baixíssima, com o cós em V quase chegando próximo as partes íntimas. Pela ousadia, o look dividiu opiniões sobre qual o posicionamento a atriz comunicava com a roupa. 

MUSA DOS DESIGNERSjulia-fox-laquan-smith-fall-22-001

A atitude e escolhas de moda, renderam à Julia, a amizade e admiração de vários designers que convidaram a atriz para desfilar suas criações durante as mais recentes Fashion Weeks. Ela abriu o desfile de Laquan Smith (foto) na NYFW e encerrou o desfile da Patou, em julho em Paris. Em fevereiro já havia sido uma das convidadas vips do desfile de estreia de Glenn Martens na Diesel, em  Milão.

JULIA ON FIRE

fox-roof-top-04-2-1

Na última semana, Júlia voltou a ser destaque nas manchetes por um Tiktok nos bastidores da sessão de fotos no Instagram. No post, Julia usava um maiô, luvas, botas e um casaco com cauda longa que pegava fogo. O casaco em chamas, feito pelo estilista Sam Macer, deu aos seguidores da atriz uma vaga lembrança de Katniss Everdeen, protagonista da saga Jogos Vorazes, em uma das cenas do segundo filme onde sua roupa muda de cor ao pegar fogo. Ao usar a ousada peça, mais uma vez Julia Fox proporcionou um grande momento de moda, ou mais do que isso, usou da moda como um artifício da expressão de sua história e do espírito do momento.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×